Pássaros amazônicos: arara azul

Tela de Edilson Pereira (*)
arara azul

Arara azul

* Desde o dia 6 os leitores do blog desfrutam da exposição virtual Pássaros amazônicos, engenho & arte do artista santareno Edilson Pereira. Sua especialidade: retratar em telas animais, principalmente pássaros que vivem na Amazônia.

As telas, à base de tinta acrílica, fazem a festa de pesquisadores da área de biologia, ornitólogos e turistas que visitam Santarém. A exposição se prolongará até o dia 21. Até lá, uma vez ao dia, será levado ao ar uma de suas criações.

Veja também dele:
Tem-tem coroado.
Sete cores da Amazônia.

Mensalão não será desmembrado, decide STF

Na Folha de S. Paulo:

O ministro Joaquim Barbosa, do STF (Supremo Tribunal Federal), negou pedido do advogado Márcio Thomaz Bastos para que o processo do mensalão fosse desmembrado.

Se isso ocorresse, a maior parte dos réus, como por exemplo José Dirceu e Delúbio Soares, não seria mais julgada pelo Supremo. Seus processos seriam enviados a juízes de primeira instância, já que eles não gozam de foro privilegiado por não ocuparem cargos públicos.

Bastos alegou que seu cliente, José Roberto Salgado, diretor do Banco Rural, está nessa situação e por isso deveria ser julgado primeiro por um juiz natural, passando depois pelas segunda (Tribunal de Justiça) e terceira (Superior Tribunal de Justiça) instâncias antes de eventualmente chegar ao STF.

Barbosa disse que a questão já foi apreciada mais de uma vez pelo plenário do Supremo e que não foi acolhida.

Leia mais em Mensalão continua no STF, diz Joaquim Barbosa.

Leia também:
Frase do dia.
Processos de Maia no STF mudam de relator.

Secretário fala do farol xenon no trânsito

sandro lopes

Sandro Lopes, secretário de Trânsito e Transporte

Do titular da pasta de Trânsito e Transporte em Santarém, Sandro Lopes, sobre a denúncia Xenon no trânsito santareno:

Caro amigo Antenor, concordo com você quando diz que as dificuldades a noite são maiores, mas absolutamente não concordo quando diz que de dia nada é feito. Há sim a presença, a atuação da fiscalização de trânsito, com os agentes da SMT, PTRAN, Detran e PRF.

As dificuldades são grandes. Como em todo Brasil, a frota de veículos cresceu de forma absurda nos últimos 5 anos .

Acredito que na verdade a saída nesse momento é a integração imediata, sem a necessidade de muita burocracia, dos entes ligados ao trânsito, pois cada um tem uma competência, segundo o CTB, e as forças de pessoal e viaturas deveriam ser utilizadas de forma conjunta, e na ausência de uma outra supriria a falta.

Em Santarém, você dificilmente encontra um condutor sem capacete ou não vê a presença de um agente quando estacionado em local proibido, por exemplo, é sinal que há atividade dos agentes.

No Brasil, as leis são brandas e muitas vezes não há aplicação em tempo hábil ou de forma exemplar. O caso específico poderia-se resolver na fonte. Que tal exigir do comprador e fazer constar na venda a placa do veículo e o documento que indica que aquele carro pode usar o equipamento, como os que vem de fábrica . Mas aí mexe com muita gente, o lobby é grande e sobra sempre pra correr atrás do prejuízo, ou seja, pra repressão .

Antenor, passei pelo Detran e posso falar: ou se corrige a formação do condutor, ou vamos somente administrar problemas, e muitas vezes pagar por esse indivíduo que não respeita o direito do seu irmão .

Críticas são bem vindas e pessoas como você com certeza sei que querem o melhor pra Santarém.

Estamos à disposição .

Pressão sobre o trabalho escravo

O Congresso Nacional ainda não aprovou a lei que confisca a propriedade onde for encontrado trabalho escravo.

A matéria tramita há 10 anos.

No vídeo abaixo, que circula na internet, a pressão sobre os parlamentares para por fim nessa chaga social.

Leia também:
Senado abre processo contra Demóstenes.

Senado abre processo contra Demóstenes

Em O Globo

O Conselho de Ética do Senado decidiu, por unanimidade, pela abertura do processo disciplinar, por quebra de decoro parlamentar, contra o senador Demóstenes Torres (sem partido-GO), que poderá levar a cassação do senador.

Votaram 15 senadores a favor, e o corregedor do Senado e presidente da CPI do Cachoeira, Vital do Rêgo (PMDB-PB).

O relator, senador Humberto Costa (PT-PE) pediu a abertura do processo argumentando que Demóstenes mentiu ao dizer que a relação com o contraventor Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, era apenas de amizade, que sempre militou contra a legalização dos jogos de azar no Brasil e que não recebeu vantagens indevidas do contraventor.

Na próxima quinta-feira, dia 10, serão votadas as convocações para depoimentos ao conselho. Na data, será votada a convocação de Cachoeira para falar aos senadores. O requerimento de convocação do contraventor foi apresentado tanto pela acusação de Demóstenes – o PSOL, quando pela defesa do senador. O relator sugeriu que o depoimento ocorra na quinta-feira seguinte, dia 17.

Leia mais em Conselho de Ética pede abertura de processo contra Demóstenes.

Leia também:
Procurador pede inquérito contra governador de GO.

Unicamp e Ufopa celebram parceria científica

Assinado o termo de cooperação técnica entre a Ufopa (Universidade Federal do Oeste do Pará) e a Unicamp (Universidade de Campinas).

A parceria científica entre as duas universidades inclui, inclusive, intercâmbio entre alunos, professores e pesquisadores.

Tem prazo de validade até abril de 2017.

Leia também:
Não quer calar.
UFOPA: vice-reitor contra-ataca pró-reitor.

Livro sobre o Marques de Pombal

O post Marques de Pombal: 230 anos de sua morte suscitou o comentário a seguir, do professor universitário Paulo Lima:

Excelente lembrança Padre Sidney,

Para quem quiser se aventurar na pesquisa sobre o Marques de Pombal recomendo a leitura de “A Época Pombalina”, do Prof. Francisco Falcon. A obra está esgotada, só se encontra em sebos. Mas achei um na Estante Virtual, minha referência de compra de livros esgotados via internet.

http://www.estantevirtual.com.br/sebolinhapaulista/Francisco-Jose-Calazans-Falcon-A-epoca-Pombalina-Politica-Economica-e-37479518

Cabe lembrar que o Marques de Pombal enviou para cá seu irmão para “tomar posse” efetivamente da Amazônia. E o irmão dele é o Mendonça Furtado que dá nome a uma das ruas mais importantes de Santarém.

Abraços ao nosso presidente do IHGTap e para todos que se interessam por história.

Paulo Lima

“Choradeiras” autorizada a captar recursos

Mulheres Choradeiras

Três atores apresentam a peça teatral

O MinC (Ministério da Cultura) autorizou o projeto cultural Circulação das Mulheres Choradeiras, de Santarém, a captar recursos na ordem de R$ 104 mil, via lei federal de incentivo cultural (Rouanet).

O projeto é da Associação Artístico Cultural Olho D’Água.

A ideia é levar o espetáculo teatral “As Bondosas Mulheres Choradeiras” para 11 cidades em 4 estados (Maranhão, Pará, Amazonas e Roraima).

Leia também:
Projetos autorizados a captar recursos.

Concurso público: Dnit abre 1.200 vagas

Na Folha de S. Paulo

O “Diário Oficial da União” publicou nesta terça-feira (8) uma portaria que autoriza a realização de concurso público para contratação de 1.200 servidores para o Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes).

A publicação é assinada pela minstra do Planejamento, Miriam Belchior.

Em setembro, o Dnit foi envolvido em uma escândalo que provocou a demissão do então ministro dos Transportes, senador Alfredo Nascimento (PR-AM), do ex-diretor-geral do órgão Luiz Antonio Pagot, e dezenas de funcionários acusados de corrupção, fraudes em licitação e superfaturamento.

O objetivo da seleção é a substituição funcionários terceirizados que executam cargos em “desacordo com a legislação vigente”.

O edital do concurso deve ser lançado até novembro. O governo vem anunciando vários concursos para o preenchimento de vagas de terceiros em diversos órgãos públicos.

Leia também:
Prefeitura prorroga concurso para agente.

Academia de Música elege irmãos santarenos

Os irmãos Fonseca, José e Tinho

Irmãos Fonseca: José Wilson e Tinho

Quatro novos membros, entre os quais 2 santarenos, foram eleitos para a APM (Academia Paraense de Música), com sede em Belém.

1) José Wilson Malheiros da Fonseca, poeta e músico santareno, entronizado na cadeira nº 9 (patrono Alípio César Pinto da Silva);

2) Hilda Valente Azulay, pianista e professora, que ocupa agora a cadeira nº 12 (patrono João Valente do Couto);

3) Luiz Pereira de Moraes Filho, compositor e professo, ocupante da cadeira nº 23 (patrona Tereza da Luz Ponte e Souza), e

4) José Agostinho da Fonseca Neto, maestro e professor santareno, agora titular da cadeira nº 35 (patrona Maria Luíza Vela Alves).

A eleição foi realizada ontem (7) à noite.

José Wilson e José Agostinho são filhos do maestro Wilson Fonseca (falecido). São irmãos de Vicente da Fonseca, que já é membro da APM.
(mais…)

Página 1 de 212
css.php