Eguchi, candidato a nº 1 do Ibama
Eguchi ao lado de Bolsonaro

Indicado para o cargo de superintendente do Ibama no Pará por produtores de soja do estado, o delegado federal Everaldo Eguchi gravou na manhã desta sexta-feira [ontem, 4] um áudio, divulgado em grupos de WhatsApp, prometendo que, caso consiga chegar ao posto, vai implementar uma gestão “onde o meio ambiente vai andar de braços dados com o agronegócio”. A informação é do jornal O Globo.

Ele afirma que o Ibama vai agir de acordo com a lei, mas de forma que não atrapalhe os produtores rurais , ou de outros ramos, como minério, madeira e pesca.

“O Ibama vai agir de acordo com a lei, mas a lei pode ser interpretada para prejudicar, ou para não prejudicar o produtor. E nós vamos utilizar a lei para ser usada de forma que não prejudique a produção”, diz Eguchi para depois complementar:

“E o Pará vai se transformar no maior produtor agropecuário do Brasil. Se Deus quiser.”

QUEM É

Eguchi foi candidato a deputado federal pelo PSL, partido do presidente Jair Bolsonaro, e conseguiu 52.393 votos no Pará, mas não foi eleito.

Na propaganda eleitoral “Clube do Mito”, uma referência a Bolsonaro, Eguchi é apresentado como ex-advogado ambiental que atuou para várias empresas do setor madeireiro e do agronegócio antes de ingressar na Polícia Federal, onde atuou justamente na repressão a crimes ambientais.

No posto, foi coordenador da Operação Amazônia no Brasil, capitaneada pela Interpol,  uma operação internacional realizada em 2013, em 12 países, contra a extração e o tráfico ilegal de madeira.

O Globo recebeu uma cópia do áudio, que chamou a atenção de ambientalistas.

“Eu não sabia que teria tanta repercussão. Falo com os entendedores do problema, o áudio foi muito curto. Todos sabem que a intenção é não atrapalhar o produtor legal”, afirmou o delegado.

Eguchi disse que quem conhece a atuação do Ibama no Pará sabe que as equipes autuam para extorquir.

“O capitão (Bolsonaro) tem interesse que o Brasil produza. O Ibama vai parar de extorquir, falando o português claro”.

GRADUAÇÃO

Perguntado o que ele quis dizer sobre interpretar a lei para não prejudicar o produtor, Eguchi afirmou que quando há uma fiscalização é possível aplicar as penalidades com graduação.

“Para quem é autuado pela primeira vez, é possível ter apenas uma advertência, uma suspensão. Mas o Ibama nunca faz. Usa sempre a graduação máxima e bloqueia a fazenda toda. O produtor é que tem que provar que houve erro na fiscalização”, disse o delegado.

Eguchi disse que, se é localizado um problema numa área de 100 hectares, não é preciso bloquear os 10 mil hectares de produção, apenas o pedaço onde foi encontrada a irregularidade.

“Se teve irregularidade de um metro cúbico, bloqueia toda a produção. Não deu para explicar tudo no áudio. A repercussão entre quem conhece o problema foi positiva. O Ibama pratica crimes, atira com fuzil 762 contra caminhão, coloca fogo em caminhão e ninguém fala nada. Esse tipo de atuação que queremos eliminar. Eles estão abusando. Fui direto, falei para quem está sendo prejudicado. Isso não quer dizer que vou ajudar ninguém. Não vou é atrapalhar”.

CONVITE

Eguchi disse que passou o áudio para uma única pessoa e que o áudio era destinado a plantadores de soja do estado.

“Eles (os produtores) disseram que iriam me indicar para o Ibama. Não falei nada demais. Mas é preciso ter cuidado. Vou ser mais detalhista da próxima vez”.

O delegado disse que não recebeu ainda qualquer convite do governo para assumir o Ibama do Pará e que a iniciativa foi dos produtores locais.

“Não quero ser mal interpretado, até pela minha função. Não vamos atrapalhar quem estiver dentro da lei, é isso”, Afirmou Eguchi, acrescentando que é conhecido na região justamente por atuar em operações em defesa do meio ambiente.

Abaixo, a íntegra do aúdio. Ouça!

Leia também:
Por decreto de Bolsonaro e Moro, Coaf é transferido para o Ministério da Justiça

  • 4
    Shares

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

4 Comentários em: Candidato a nº 1 do Ibama no Pará promete não atrapalhar agronegócio; áudio vazou

  • as raposas step by step vão tomando conta do galinheiro!!!!!!

  • Governo do BOZO é palhaçada a todo momento, de manhã falam uma coisa, a tarde desmente tudo, a noite no JN dizem que foram só “equívocos”. Deus salve o Brasil da insanidade dessa cambada de psicopatas.

  • Puta merda !!!! o IBAMA se tornou o sindicato dos sojeiros e da turma da mineração !!!!! é como se a poilcia se tornasse o sindicato dos ladrões !!!!!

  • quer dizer que indio atrapalha os sojeiros e os mineradores!!!! os ativistas do meio ambiente também !!!! ou seja o IBAMA vai se tornar a ponta de lança da degradação ambiental !!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *