Senado convida general para debater projeto Barão do Rio Branco, na Calha Norte do PA, Senado - Zequinha Marinho
A CRE, do Senado

A Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE), do Senado, agendou para quarta-feira (15) a audiência em que pretende debater a atual situação da Amazônia brasileira.

O requerimento do senador paraense Zequinha Marinho (PSC) foi aprovado na quinta-feira (9) e inclui entre as autoridades convidadas o general Eduardo Villas Bôas, ex-comandante do Exército.

Villas Bôas serviu durante anos na Amazônia, chegando a ocupar o comando militar entre 2011 e 2014. O general está lotado hoje no Gabinete de Segurança Institucional (GSI).

Também foram convidados o diretor da Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República, general Maynard Marques; o comandante da 8ª Região Militar (Amazônia Oriental), general Anisio David de Oliveira; e o coronel Hélio Fernandes, que é assessor especial da Vice-Presidência da República.

Zequinha explicou durante a reunião que o foco da audiência deve se dar sobre o Projeto Barão do Rio Branco, que prevê obras de infraestrutura na Amazônia.

O projeto trabalha na construção de uma usina hidrelétrica do rio Trombetas (Oriximiná), no prolongamento da BR-163, que vai de Santarém (PA) até a fronteira com o Suriname, e na construção de uma ponte elevada com 1,5 quilômetro de extensão em Óbidos (PA).

“É nesse ponto que o rio Amazonas é mais estreito, com uma profundidade de 90 metros. Essas obras passam a integrar o Programa Calha Norte, que foi criado em 1985 devido à preocupação dos militares no que tange à causa amazônica, e a cobiça internacional sobre as reservas naturais estratégicas do nosso país”, pontuou o senador.

Com informações da Agência Senado

Leia também:
Óbidos, Oriximiná, Monte Alegre, Terra Santa, Juruti e Rurópolis em 5 notas curtas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *