Reflexões sobre o afastamento do prefeito de Alenquer, por Wildson Queiroz , Juraci Estevam, prefeito de Alenquer

“Juraci governou como um déspota”

por Wildson Queiroz (*)

O dia 12 de março de 2018 entra para a história política de Alenquer pelo afastamento do gestor municipal de suas funções à frente do Executivo.

Dos quinze vereadores que compõem o Legislativo, 14 compareceram à sessão que apreciou a denúncia, um justificou sua ausência por motivo de viagem.

A denúncia que pedia o afastamento era tão grande e tão bem fundamentada, enumerando várias irregularidades, que demorou mais de 3 horas para a conclusão da leitura em plenário.

Juraci Estevam de Sousa foi apeado do poder por unanimidade de votos.

Esse caso entra para a história por vários motivos, entre eles: o curto tempo de mandato, a grande quantidade de denúncias e o fato de nenhum vereador ter saído em defesa do gestor.

Como isso aconteceu? Por que chegou a esse ponto? Como pode alguém que foi eleito com mais da metade dos votos na última eleição ter sido afastado sem que ninguém saísse em sua defesa?

Durante o curto espaço de tempo que esteve no poder, Juraci governou como um déspota, virou às costas para seus aliados de campanha, não ouviu ninguém, montou um governo com pessoas despreparadas, incompetentes e que não conheciam a realidade do município, comprou e gastou à vontade, sem se preocupar com o equilíbrio das contas públicas, tornou-se o prefeito número 1 em viagens a Belém e Brasília, onerando consideravelmente os cofres públicos com o pagamento de diárias.

Agora o destino do prefeito afastado encontra-se nas mãos dos vereadores, que darão início as investigações para comprovar se Juraci é culpado pelas denúncias que lhe são atribuídas.

Caso as irregularidades sejam comprovadas pelos membros do Legislativo, o prefeito terá o mandato cassado.

– – – – – – – – – – – – – – – –

* É pedagogo.

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

5 Comentários em: Reflexões sobre o afastamento do prefeito de Alenquer, por Wildson Queiroz

  • A verdade que ele foi eleito e sempre será um representante do povo, só que os vícios deixado pelos seus antecessores é a pior coisa que existe em combater uma série de manias de pessoas que não pensam no bem estar da população e sim só com seu próprio umbigo.
    Só quem vai perder com isso é a população de Alenquer.

    • “vícios deixados pelos seus antecessores” como assim?
      acho que o prefeito Juraci é bem grandinho e estudado por responder pelos seus atos. O Sr. wildson Queiroz foi muito bem nas suas colocações nesta matéria.

      • Vícios de um bando de ratazanas que só querem usufruir do bem público.
        E o gestor não cedeu a alimentação indevida dessas crias deixadas por seus antecessores.
        Tenho a plena convicção que o frei retornará a gestão do município. E terminará seu mandato com dignidade e respeito ao dinheiro público do povo de Alenquer.

  • Méritos a parte a Câmara de Alenquer deu um exemplo ao Oeste do Pará.
    De forma unânime afastou temporariamente o prefeito para que as acusações se irregularidades sejam investigadas. Oportunidade para o alcaide mostrar sua inocência ou culpa.
    O que me chamou atenção, foi que no mesmo dia e na mesma hora, acontecia um pedido de CPI contra o prefeito de Óbidos na Câmara de vereadores. Uma diferença, a quase unanimidade em não assinar a CPI contra o prefeito.
    Uma atitude covarde e antidemocrática que lameia a politica obidense. E olha que o motivo objeto da CPI é muito maa cabeluda que do Frei Juracy.
    Quanto custa aos cofres públicos não assinar uma CPI com denúncias efetuada pela própria base de governo? Beneficio para a população claro que não é. Obras? Também não. Que cada eleitor obidense faça sua analise.
    Parabéns aoa vereadores de Alenquer. Meu repúdio aos vereadores de Óbidos. É UMA VERGONHA GRAUDA.

  • Juracy mereceu ser afastado i merece ser cassado..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *