Blog do Jeso


Vamos à verdadeira suruba

por Helvecio Santos

Vamos à verdadeira surubaPassado o Carnaval, vamos à verdadeira suruba, a Suruba do Planalto!

A do Planalto é de fazer corar os mais libidinosos participantes da carnavalesca, se é que esta pode ser considerada suruba, tal a angelicalidade comparada à do Planalto Central.

Importado de Portugal, devemos a popularização do carnaval a Dom Pedro II, que no intuito de europeizar seu império tropical, incentivou a criação das associações carnavalescas, sendo no início uma “festa das elites, que dançavam ao som de marchinhas e fandangos”, nos salões e teatros.

A quadra momesca ganhou as ruas e nobreza pelas mãos de Chiquinha Gonzaga com seu “Ô Abre Alas que eu quero passar, eu sou da Lira, não posso negar, Rosas de Ouro é quem vai ganhar” e ganhando as ruas subiu o morro e somou qualidade.

Morro e asfalto deram sustância ao samba e se Estácio e Vila Isabel foram o berço, Noel Rosa, Ismael Silva e outros mais alimentaram e foram alimentados pelos grupos que se formavam e depois se constituíram nas atuais escolas.

Como diz o samba da Portela, “tempo passou, ôô e no terreirão da casa grande”, o samba cresceu e o que dizer de um “Bum bum paticumbum prugurundum”, de um “Sonhar não custa nada”, que marcaram época nesse anual “ tititi que vem da Sapucaí”?

Mas, como acontece com toda coisa boa neste império tropical, há muito o samba começou a desandar e hoje as escolas (de quê, mesmo?) são “super escolas de samba S/A, super alegorias, escondendo gente bamba, que covardia!”, pautadas pela mídia.

Infelizmente o samba de Beto Sem Braço e Aluísio Machado é, cada vez, mais atual e o que temos nas “S/A” é uma batida “tum tam / tum tam / tum tam”, num insosso ritmo castrense, alas que passam escondidas em fantasias que se repetem a cada ano, musas e rainhas semi nuas que de samba no pé nada entendem.

Onde estão o(a)s passistas, razão de se intitularem escolas de samba?

Ave, Momo!

Apesar dos carros atropelando e componentes despencando no desfile das grandes escolas (imaginem se fossem pequenas) do Rio de Janeiro, da mesmice soteropolitana, dessalgado Bacalhau do Batata e do lugar comum das transmissões televisas, nos salvamos todos e estamos a postos para assistir a mais uma rodada da dita Suruba no Planalto.

Sim!

À vista da discussão sobre o fim do foro privilegiado – como o povo conhece a figura jurídica da prerrogativa de foro – o Líder do Governo no Congresso, Senador Romero Jucá, produziu uma pérola que mesmo nestes tempos “dilmistas”, “lulistas”, “temeristas” e “trumpistas”, ganha destaque não pelo que ele defende, mas pelo chulo linguajar público, lugar comum nesse meio.

Só para lembrar, a prerrogativa de foro foi uma enjambração dos políticos, com o argumento de se colocarem a salvo do alcance do governo militar, por suas palavras e manifestações. Passado o governo militar a enjambração continuou e hoje é um guarda chuva que protege todo tipo de safadeza dos políticos.

Atualmente há um forte clamor pelo fim do foro privilegiado, o que deixa os políticos em polvorosa, pois quase todos têm o rabo preso em alguma maracutaia, e aí o receio do Líder do Governo.

Isso levou o Senador Jucá, o Líder, a fazer uma ameaça pública a seus pares, como forma de forçar a se juntarem na mal cheirosa resistência de manter o foro: “Se acabar o foro, é todo mundo. Suruba é suruba. Aí é todo mundo na suruba. Não é uma suruba selecionada”.

Bons tempos em que suruba era algo para quem estava na dureza e não para quem se lambuza com dinheiro sujo de propinas de empreiteiras.
Enfim, esta é a nossa realidade!

Fantasiado,o país afunda na lama das estradas e na lama da corrupção sob o comando de um “sem voto”cuja prioridade é acabar com a mísera aposentadoria da Previdência Oficial. Mas um povo que faz do território da nação um palco erótico numa suruba momesca quando o país afunda, merece os políticos e o sofrimento que tem.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

2 respostas a Vamos à verdadeira suruba

  • maria clara disse:

    Só lembrando que NÃO foi o governo do PT(pois este nunca teve um governo só dele, quem SEMPRE mandava na corrupção do país eram os Tucanos, PMDB e PSDB, isto tá bem claro hoje) que quebrou o país!!!!! Agora os coxinhas viram a lama que virou esse país da suruba organizada!!!

Deixe uma resposta

Videos
Canal direto
Canal Diteto
Twitter


Colunistas
Sites e blogs
Publicidade