Resgate continua sem a retirada dos corpos

72 horas depois de localizado os destroços do bimotor da Jotan, que caiu com 5 pessoas a bordo há cerca de 35 km de Jacareacanga, nenhum corpo foi retirado até agora de dentro do aparelho.

A informação foi repassada há pouco ao blog pelo delegado Lucivelton Santos, da Polícia Civil do Pará em Jacareacanga.

A água ao redor e de dentro do avião, segundo o policial, já foi retirada pela equipe de resgate.

Parte da asa bimotor também já foi cortada.

Bimotor da baron que caiu em Jacareacanga

Os corpos das vítimas já foram visualizados dentro do avião. Mas ainda não foram retirados.

- Foi possível visualizar alguns corpos, sem ser possível identificá-los, pois ainda há dentro do avião muita areia e lama – relatou o delegado.

O trabalho de resgate nesta sexta-feira encerrou pouco depois das das 18h, devendo ser retomado amanhã (26) de manhã.

Hoje, além dos militares da FAB (Força Aérea Brasileira), Exército e Corpo de Bombeiros, também participaram dos trabalhos de resgate 10 voluntários.

Leia também sobre o caso:
Proposta para o içamento do avião do igapó.
Resgate dos corpos do acidente aéreo só amanhã.
Local onde avião caiu dificulta resgate das vítimas.
FAB, Exército e bombeiros no resgate do avião.
35 dias depois, avião é encontrado em igapó.
Busca aos desaparecidos do avião no Tapajós.

Proposta para o içamento do avião do igapó

Proposta de içamento do avião

por David Marinho (*)

Depois de ler no Blog do Jeso que ainda não foram resgatados os corpos do desastre aéreo do avião da Jotan, não acreditei. Fiquei sem entender o porquê em aumentar o sofrimento das famílias em saber que seus parentes continuam enterrados neste estado.

Todas as opções devem ser tentadas, aqui vai uma sugestão que poderia ser testada com o uso de um pórtico rústico feito com madeira do local, utilizando-se uma motosserra, pranchões de base no alagado para apoio, montantes enforquilhados e escoras de prumo.

Na tentativa de içamento mecânico, utilizar uma “talha de corrente” ou um guincho “Thirfor” e cabos de aço, com capacidade para isso.

O que não pode, é demorar neste resgate humilhante e sofrido aos parentes das vítimas.

Pode ser usada também uma bomba possante de sucção para retirar parte do material aquoso do local.

Meu Deus, façam alguma coisa! Assim como o garimpeiro achou o avião, chamem alguns madeireiros que eles resolvem esse problema, pois eles tiram enormes caminhões de abismos.

- – - – - – - – - – - – - – - – - – - -

* Santareno, é projetista e gestor ambiental. Escreve regularmente neste blog.

Leia sobre o acidente:
Resgate dos corpos do acidente aéreo só amanhã.
Local onde avião caiu dificulta resgate das vítimas.
FAB, Exército e bombeiros no resgate do avião.
35 dias depois, avião é encontrado em igapó.
Busca aos desaparecidos do avião no Tapajós.

Resgate dos corpos do acidente aéreo só amanhã

Bimotor da baron que caiu em JacareacangaO avião está “embicado” no igapó. Nenhuma vítima foi resgatada hoje

Não foi possível fazer hoje (24) o resgate dos corpos das vítimas do acidente com o avião da Táxi Aéreo Jotan que caiu há 35 dias e foi encontrado na terça-feira por um garimpeiro há 32 km da cidade de Jacareacanga, em local de difícil acesso.

Por volta das 18h20 desta quinta-feira, o trabalho de resgate foi suspenso.

lucivelton santos, delegado- Nenhum corpo, nada foi retirado de dentro da aeronave até agora – disse ao blog, há pouco, o delegado da Polícia Civil no Pará em Jacareacanga, Lucivelton Santos (foto à esq.).

O trabalho de resgate, segundo ele, recomeça amanhã de manhã.

No local, participam desse serviço equipes da FAB (Força Aérea Brasileira), do Exército e do Corpo de Bombeiros.

Um helicóptero da FAB é quem está fazendo o transporte de equipamentos para o regaste das 5 pessoas que estavam a bordo do bimotor.

Bimotor q caiu em JacareacangaA aeronave ainda não foi aberta pela equipe de resgate

- O avião continua enterrado, com cerca de apenas 20% de sua fuselagem para fora – relatou o delegado.

No vídeo abaixo, veja como o helicóptero da FAB está deixando os equipamento para as equipes de resgate no local onde o avião caiu.

Leia também sobre o caso:
Local onde avião caiu dificulta resgate das vítimas.
FAB, Exército e bombeiros no resgate do avião.
35 dias depois, avião é encontrado em igapó.
Busca aos desaparecidos do avião no Tapajós.

Local onde avião caiu dificulta resgate das vítimas

Aviao da Jotan - transp equipamentosBombeiros transportando equipamentos para o resgate das vítimas. Fotos: Blog do Júnior Ribeiro

Começou na manhã desta quinta-feira (24) o resgate dos corpos das vítimas do acidente com o bimotor da empresa Táxi Aéreo Jotan que, depois de 35 dias desaparecido, foi encontrado há cerca de 45 km da cidade de Jacareacanga, em área de difícil acesso.

Bombeiros sob o comando do major BM Ney Tito Azevedo é que estão realizado esse serviço.

Os destroços da aeronave foram encontrados na tarde de terça-feira (22), pelo garimpeiro Fausto Silva.

Cinco pessoas (2 homens e 3 mulheres) estavam à bordo do avião quando ele sumiu dos radares pouco depois de decolar do aeroporto de Itaituba (às 11h42) com destino a Jacareacanga, distante a pouco mais de 2h de voo.

corpoA área onde o bimotor caiu é de difícil acesso. Ao fundo, os destroços do avião

As três mulheres que estavam no avião eram técnicas de enfermagem, a serviço do Sesai (Secretaria Especial de Saúde Indígena), do Ministério da Saúde, e prestariam atendimento em uma aldeia indígena de Jacareacanga.

Com informações dos blogs de Jota Parente e Júnior Ribeiro

Leia também sobre o caso:
FAB, Exército e bombeiros no resgate do avião.
35 dias depois, avião é encontrado em igapó.
Busca aos desaparecidos do avião no Tapajós.

O garimpeiro que encontrou o avião

O garimpeiro que encontrou o avião

Na foto acima, Fausto Pereira da Silva, garimpeiro.

Foi ele que encontrou os destroços do bimotor prefixo PR-LMN, da empresa Táxi Aéreo Jotan, que estava há 35 dias desaparecido com 5 pessoas a bordo.

A aeronave estava “embicada” em um igapó próximo a vicinal do Jaburu, a cerca de 30 a 40 km da cidade de Jacareacanga.

O garimpeiro já esteve na delegacia da Polícia Civil em Jacareacanga, prestando informações. Ele relatou como encontrou o avião, driblando toda a tecnologia aérea envolvida nas buscas.

O lugar é de difícil acesso.

Familiares das vítimas do acidente prometeram uma recompensa de R$ 19 mil para quem encontrasse os destroços do bimotor.

Leia também sobre o caso:
FAB, Exército e bombeiros no resgate do avião.
35 dias depois, avião é encontrado em igapó.
Busca aos desaparecidos do avião no Tapajós.

FAB, Exército e bombeiros no resgate do avião

Corpo de Bombeiros e militares da Força Aérea Brasileira (FAB) e do Exército estão participando do resgate às vítimas do bimotor da empresa Jotan Táxi Aéreo que desapareceu na rota Itaituba-Jacareacanga com 5 pessoas a bordo há 35 dias.

Os destroços da aeronave foram encontrados ontem (22) à tarde, próximo à vicinal do Jaburu, no município de Jacareacanga.

Integrantes do Seripa (Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos), segundo o blogueiro Jota Parente, devem chegar a Jacareacanga, para fazer o levantamento das causas do acidente do avião.

Cinco pessoas (2 homens e 3 mulheres) estavam a bordo da aeronave.

As vitmas do avião que caiu na rota Itaituba-jacareacanga

Luiz Feltrin, à esq., o experiente piloto, e os demais passageiros do bimotor da Jotan

São eles:

1) Luiz Feltrin, piloto da aeronave;

2) Rayline Sabrina Brito Campos, técnica em enfermagem;

3) Luciney Aguiar de Sousa, técnica em enfermagem;

4) Raimunda Lúcia da Silva Costa, técnica em enfermagem;

5) Ari Lima, motorista.

Leia mais sobre o caso em:
35 dias depois, avião é encontrado em igapó.
Busca aos desaparecidos do avião no Tapajós.

35 dias depois, avião é encontrado em igapó

aviao da Jotan
O avião encontrado ontem à tarde (22), a 40 km de Jacareacanga. Foto: Blog Júnior Ribeiro

Depois de 35 dias de buscas, finalmente foi encontrado o bimotor da empresa Jotan Táxi Aéreo que desapareceu na rota Itaituba-Jacareacanga com 5 pessoas a bordo.

A aeronave, segundo o blogueiro Jota Parente, foi encontrada por um garimpeiro, próximo a vicinal do Jaburu, a cerca de 40 km da Jacareacanga.

Alcançado por este blog, o delegado Jardel Guimarães, da Superintendência da Polícia Civil do Pará no Tapajós, confirmou a informação.

O avião prefixo PR-LMN foi encontrado ontem à tarde (22), com o “bico” enfiado numa área de igapó, somente com a cauda de fora.

Não haveria sobreviventes.

Militares da FAB (Força Aérea Brasileira) que participam das buscam já estão no local. Ainda hoje (23) de manhã os trabalhos de resgate serão iniciados.

As 5 pessoas que estavam a bordo no momento da queda do bimotor, modelo Beechcraft BE 58 Baron, eram:

1) Luiz Feltrin, piloto da aeronave;

2) Rayline Sabrina Brito Campos, técnica em enfermagem;

3) Luciney Aguiar de Sousa, técnica em enfermagem;

4) Raimunda Lúcia da Silva Costa, técnica em enfermagem;

5) Ari Lima, motorista.

Neste link, mais informações sobre a localização do bimotor desaparecido.

Atualizado às 8h38

Leia também:
Busca aos desaparecidos do avião no Tapajós.

 

Busca aos desaparecidos do avião no Tapajós

Mapa1

por David Marinho (*)

Depois de várias semanas do desaparecimento do avião bimotor da Jotan com cinco pessoas a bordo, no trajeto entre Itaituba e Jacareacanga, é desesperador o sofrimento das famílias dos sinistrados nessa expectativa de encontrá-los ainda com vida.

As tentativas convencionais e tecnológicas de busca mostraram-se ineficazes até agora. Só resta uma tentativa minuciosa com pessoas voluntárias, como garimpeiros, mateiros, índios, assim como militares dos batalhões de selva adentrarem na mata a pé fazendo uma varredura.

Por isso, os familiares devem fazer pressão nas autoridades federais, estaduais e municipais para o fornecimento de materiais logísticos, alimentação e pessoal, afinal os parte dos desaparecidos são funcionário públicos federais que estavam a serviço.

Aqui vai uma humilde sugestão de busca onde sinalizei num mapa extraído do Google Earth, a partir das duas margens do rio (direita e esquerda), já que os pilotos usam os rios como referência de seus voos.

Mapa2

Partiriam várias equipes formadas por três pessoas cada, tendo entre elas alguém experiente em andar na mata, equipados com armas, botes infláveis, mantimentos e instrumentos de orientação como bússolas ou GPS, rádios, sinalizadores e fogos de artifícios para comunicação.

Elas caminhariam, se possível, até 30 Km dentro da mata, em linha reta, afastadas uma das outras em 50 metros, com a necessidade de pernoitarem na mata para dar continuidade logo no dia seguinte.

(mais…)

Pará lidera mortes por raios em todo o país

RaiosRaios: mortes em todo o país foram 74 no ano passado. Foto: Ari Lopes da Rosa/Flickr

Folha de S. Paulo

O Brasil registrou pela primeira vez queda no número de mortes provocadas por raios. A marca de 74 vítimas, em 2013, é a menor da série histórica, iniciada em 2000.

No ano passado, o Pará liderou o ranking, com dez mortes, seguido por Amazonas (9), Maranhão (8), São Paulo (7), Minas Gerais (6) e Mato Grosso (6).

Leia também:
MP ganha o reforço de ONG contra loteamento.

Os dados, obtidos pela Folha, fazem parte de um levantamento que será divulgado hoje pelo Elat (Grupo de Eletricidade Atmosférica), ligado ao Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais).

O levantamento mostra que 2013 é o primeiro ano da série histórica com saldo inferior a 80 mortes. O pico, com 193 casos, é de 2001.

Nos últimos 14 anos, 1.675 pessoas morreram atingidas por descargas atmosféricas no país, média de uma morte a cada três dias. O Estado de São Paulo lidera o ranking nesse período, com 274 casos.

Leia mais em Raios causaram menos mortes em 2013.

13 dias em busca do bimotor desaparecido

Helicóptero em Jacareacanga: buscasO helicóptero que faz as buscas no aeroporto de Jacareacanga. Foto: Arlyson Souza/Facebook

O bimotor prefixo PR-LMN, com 5 pessoas (três mulheres e dois homens) a bordo, completa hoje 13 dias desaparecido.

A aeronave partiu de Itaituba com destino a Jacareacanga.

Já foram percorridos 13.395,9 quilômetros quadrados em 134 horas de voo, computadas até ontem (30).

Abaixo, mais informações sobre o caso, do site Amazônia Informa:

Estrelinha

Um avião Amazonas e um helicóptero Black Hawk da Força Aérea Brasileira (FAB) continuam sobrevoando a região de Jacareacanga, no estado do Pará, sem encontrar pistas do bimotor desaparecido no último dia 18.

Até ontem (29), foram percorridos 13.395,9 quilômetros quadrados (km²) em 134 horas de voo. As equipes encerraram, domingo(30), o 12º dia de buscas. A mata densa da região é um dos principais desafios encontrados pela FAB.

A aeronave de prefixo PR-LMN, pertencente à empresa Jotan Taxi Aéreo, prestava serviço à Secretaria Especial de Saúde Indígena, ligada ao Ministério da Saúde.

De acordo com o ministério, estavam a bordo as técnicas de enfermagem Rayline Sabrina Brito Campos, Luciney Aguiar de Sousa e Raimunda Lúcia da Silva Costa, o motorista Ari Lima e o piloto Luiz Feltrin.

Página 1 de 1612345...Última »
css.php