Blog do Jeso


Rurópolis

Evandro Chagas comunicou febre amarela em Rurópolis só no final da tarde

Evandro Chagas comunicou febre amarela em Rurópolis só no final da tarde, febre amarela

A preocupação do Instituto Evandro Chagas, com sede em Belém, com a saúde da população de Rurópolis é zero.

Só há pouco, por volta das 17h, é que o município foi comunicado oficialmente pelo IEC do resultado positivo para febre amarela do macaco encontrado morto na zona rural ruropolense.

Em Belém, a imprensa já noticiava o fato desde às 10h da manhã.

Os holofotes, pelo visto, exercem sobre o IEC poder atração maior do que a saúde pública.

Ler mais

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Exame confirma morte de macaco por febre amarela em Rurópolis

A Secretaria de Saúde de Rurópolis já adotou medidas de bloqueio e controle vacinal contra a doença

Exame confirma morte de macaco por febre amarela em Rurópolis, Macacos mortos - febre amarela - RurópolisMacaco recolhido pela Secretaria de Saúde de Rurópolis no início deste mês

 
O IEC (Instituto Evandro Chagas), em Belém, confirmou hoje, 21, que deu resultado positivo para febre amarela o exame no macaco (primata não humano) encontrado na comunidade Estrela do Norte, zona rural do Rurópolis, no oeste do Pará, há cerca de 20 dias.

Com o resultado, mediante realização de teste de biologia molecular (RT-PCR em tempo real), o IEC notificou imediatamente o 9º Centro Regional de Saúde/Sespa, com sede em Santarém, bem como o Ministério da Saúde.

Leia também
Procuradora da Secretaria de Saúde deixa o cargo; é a 3ª exoneração em 50 dias

Os macacos são hospedeiros do vírus da febre amarela.

De acordo com a secretária de Saúde de Rurópolis, Fernanda Cardoso, o município já adotou medidas de bloqueio e controle vacinal contra a doença.

Ler mais

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

TCE reprova contas de convênio entre Estado e Prefeitura de Rurópolis

O convênio foi firmado em 2010, na gestão do ex-prefeito Aparecido Silva, que foi penalizado pelo tribunal

TCE reprova contas de convênio entre Estado e Prefeitura de Rurópolis, Aparecido SilvaAparecido Silva, ex-prefeito de Rurópolis

 
Saiu o acórdão (decisão) do TCE (Tribunal de Contas do Estado) que reprovou a prestação de contas de um convenio firmado entre a Prefeitura de Rurópolis e a Sepof (Secretaria de Estado de Planejamento, Orçamento e Finanças) em 2010.

O ex-prefeito Aparecido Silva foi condenado a devolver aos cofres públicos R$ 8 mil, quantia a ser corrigida desde fevereiro de 2010, acrescida de juros.

Aparecido recebeu dupla multa de R$ 907,00 por dano ao erário público e pela instauração da tomada de contas.

Ele pode recorrer da decisão.

O conselheiro André Dias atuou como relator do caso.

Ler mais

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Rurópolis assina TAC para pagar salário de dezembro e 13º até final de março

O Termo de Ajuste de Conduta foi assinado hoje. Em caso de descumprimento, o prefeito pagará multa diária

Rurópolis assina TAC para pagar salário de dezembro e 13º até final de março, Taká, prefeito de RurópolisTaká Padilha, prefeito recém-empossado de Rurópolis assinou o TAC do MP

 
Para garantir o pagamento de salários atrasados dos servidores públicos municipais de Rurópolis, o MP (Ministério Público) do Pará firmou um TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) com a prefeitura.

Ficou acertado que o salário do mês de dezembro e o 13º salário serão pagos, no máximo, até o dia 30 de março deste ano.

Leia também
Servidor da Justiça Eleitoral é preso em Rurópolis por corrupção passiva

As duas folhas foram deixadas em aberto pelo ex-prefeito Pablo Genuíno, do PSDB.

O TAC foi assinado hoje, 30, pelo prefeito Taká Padilha (PMDB), a secretária de Finanças, Sílvia Patrícia Francisco, e a promotora de justiça titular de Rurópolis, Mariana Cavaleiro de Macedo Dantas.

Ler mais

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Família de mulher assassinada em Rurópolis não acredita em crime político

Leila Ximendes foi morta a golpes de faca na véspera da eleição de outubro. Era sindicalista

Família de mulher assassinada em Rurópolis não acredita em crime político, foto de Andresa Fernandes e esposo - assassinato em RurópolisAndresa e o marido Esdro com foto de Leila na camisa: crime impune

Familiares de Leila Ximendes, 29 anos, assassinada a golpes de faca há 90 dias na cidade de Rurópolis, oeste do Pará, não acreditam que a sindicalista do STTR (Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Ruais) tenha sido vítima de crime político.

Para Andresa Fernandes, cunhada de Leila, no início a família chegou a acreditar nessa possibilidade. Mas hoje descarta essa linha de investigação.

“Embora ela fosse do sindicato e estava apoiando o partido adversário [PMDB], Leila não era alvo direto. Ela não era candidata, apenas apoiava [Taká Padilha, o novo prefeito de Rurópolis]”, disse Andresa em entrevista exclusiva ao Blog do Jeso.

Agente comunitária de saúde, Andresa Fernandes é quem está a frente do caso como representante da família da jovem assassinada na véspera da eleição do ano passado.

Blog do Jeso – A polícia tem mantido os familiares de Leila informados sobre as investigações que estão em curso sobre o caso?

Ler mais

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Servidor da Justiça Eleitoral é preso em Rurópolis por corrupção passiva

Valmir José Júnior negociava parecer favorável à aprovação de contas de candidatos a prefeito e vereador

Servidor da Justiça Eleitoral é preso em Rurópolis por corrupção passiva

A Justiça acolheu a representação do MP (Ministério Público) do Pará e decretou a prisão temporária do servidor Valmir José de Oliveira Vale Junior que trabalha na Justiça Eleitoral em Rurópolis, pelos crimes de prevaricação e corrupção passiva.

O pedido de prisão foi feito pelo promotor de justiça Bruno Freitas.

Leia também – Ministério Público pede suspensão do concurso da Prefeitura de Juruti.

De acordo com denúncia anônima ao MP, Valmir Júnior estaria em negociação para dar parecer favorável à aprovação de contas de uma candidata eleita à prefeita, entrando em contato por telefone, retardando ato de ofício enquanto negociava valores.

“Segundo a investigação, o servidor cobrou o valor de 11 mil reais da advogada Edmária Oliveira Correia, para realizar e assinar parecer favorável à aprovação de contas da prefeita”, conta o promotor Bruno Freitas.

Ler mais

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

60 dias depois, assassinato de sindicalista em Rurópolis ainda desafia a polícia

60 dias depois, assassinato de sindicalista em Rurópolis ainda desafia a polícia, assassinato em RuropolisAmigos e familiares de Leila no seu túmulo, clamando por justiça

O assassinato de uma sindicalista, à facadas, completou 2 meses sem que a polícia tenha até agora elucidado o crime ocorrido em Rurópolis.

Leila Ximendes, 29 anos e morta na véspera da eleição deste ano, era filiada ao PT e integrante da coordenação da campanha do prefeito eleito do município Taká Padilha (PMDB).

Há indícios de conotação política no crime.

Nada da jovem foi roubado depois que lhe foi desferido as facadas, quando à noite ela retornava para casa na sua motocicleta. O que afasta da hipótese de latrocínio.

Ler mais

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Prefeito de Rurópolis é denunciado pelo MPF na Justiça Federal por corrupção

É primeiro processo contra o tucano, derrotado neste ano na sua tentativa de reeleição, na esfera federal

Pablo Genuíno, prefeito de Rurópolis

O MPF (Ministério Público Federal) ajuizou ação civil pública, por corrupção (improbidade administrativa ), contra o prefeito Pablo Genuíno (PSDB – foto), de Rurópolis, no oeste do Pará. É primeiro processo contra o tucano na esfera federal.

A acusação contra Pablo é de suposto desvio de recursos públicos federais, através de compra de combustíveis, graxas e lubrificantes muito além da  capacidade de consumo da pequena frota de veículos  do município.

Leia também:
Foto do dia. Justiça ordena a transição em Rurópolis.

O caso foi denunciado pelo site Gazeta de Santarém em março de 2013.

Também são acusados de participação no esquema fraudulento Adilson da Silva, secretário de Educação, Jucilene dos Santos Soares, ex-secretária de Saúde, e a empresa Auto Posto São João.

Intimação do FNDE

O MPF pediu para Justiça a decretação da indisponibilidade dos bens de todos os acusados. O juiz Érico Pinheiro, da 2ª Vara Federal, em decisão ontem, 23, indeferiu o pedido.

Ler mais

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Prefeito eleito de Rurópolis, Taká Padilha define equipe de secretários

A vice-prefeita eleita, Marlene Ficks, comandará a Secretaria Municipal de Meio Ambiente

Prefeito eleito de Rurópolis define secretariado só com nomes do município, Prefeito e secretários de RurópolisTaká, ao centro, e seus secretários Denival, Patrícia, Mansuete, Marlene, Mariano e Fernanda

Prefeito eleito de Rurópolis com quase 60% dos votos válidos, Taká Padilha (PMDB) definiu os nomes do primeiro escalão de seu governo, que inicia no dia 1º de janeiro e 2017.

Serão 9 secretários, entre os quais a vice-prefeita eleita, Marlene Ficks (PRB), que assumirá a pasta de Meio Ambiente (Semma).

Leia também:
Mais de 20% das candidatas à Câmara de Rurópolis tiveram zero voto.
Infarto mata assessor jurídico do prefeito eleito de Rurópolis.

O atual presidente do PMDB em Rurópolis, Denival Aleixo, ocupará a Chefia de Gabinete do novo prefeito. Todos os secretários são de Rurópolis.

Os novos secretários

Agricultura – Luiz Medeiros
Quem é? Vereador filiado ao PMDB e produtor rural.

Ler mais

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Os 10 maiores rebanhos bovinos da região, segundo a Sefa

Novo Progresso lidera, com mais de 560 mil cabeças de gado. Mas houve uma ligeira queda em relação a 2014

Os 10 maiores rebanhos bovinos da região, segundo a Sefa, bovino, febre aftosa, vacinação

Com dados atualizados neste ano, e referentes a 2015, confira o ranking dos 10 maiores rebanhos na área de jurisdição da Sefa (Secretaria de Estado de Finanças) em Santarém, que abrange 20 municípios.

Na maior parte desses 20 municípios, houve queda no número de cabeças de gado.

Leia também – Voto mais caro entre os eleitos do município de Trairão foi de R$ 21,39.

Em Placas, foi registrado o maior crescimento anual do rebanho bovino.

1º – Novo Progresso
Rebanho em 2015: 567.077
Rebanho em 2014: 590.273
Crescimento: – 3,2%

Ler mais

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Videos
Canal direto
Canal Diteto
Twitter


Colunistas
Sites e blogs
Publicidade