Blog do Jeso

Comentários

Câmara “capenga” ajuda governo a cometer “trapalhadas”, critica leitora

Câmara Prédio da Camara de Vereadores de Óbidos, no centro da cidade

 
Da leitora que se assina Regina Ferreira, sobre o artigo Jonildo ‘Bichinho’ vira máquina de ganhar licitações em Óbidos:

Um governo [Chico Alfaia e Isomar Barros] para entrar para a história dos que mais cometeram trapalhadas nos primeiros meses.

A sorte deste governo que a cada legislatura a Câmara fica ainda mais capenga de qualidade de debate.

Tem sido eleitos cada vereador de dar dó, incluindo o populista barato – aquele primo de todo mundo que faz adeus com o chapéu dos outros e o outro que não abre a boca nem para dar um oi durante as reuniões ordinárias e extraordinárias por que sempre espera que seu carro seja alugado pela PMO.

Eis uma triste realidade que o nosso município enfrenta.

Ler mais

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

“Nepotismo é corrupção, a desgraça do nosso país”, escreve leitor

“Nepotismo é corrupção, a desgraça do nosso país”, escreve leitor, nepotismo

Do leitor que se assina João Carlos P. Silva, sobre a matéria Esposas na folha consomem R$ 15 mil: 4 vereadores tem madame na PMS:

As pessoas tem que entender que o nepotismo, em qualquer de suas formas, é uma espécie de corrupção. E a corrupção é a desgraça do nosso país.

O nepotismo não é de graça. Tem uma contrapartida. Ilegal, é claro.

A lei foi criada para tentar inibir esse tipo de prática, mas, nada que manobras políticas não possam superar.

Santarém tem tamanho de cidade grande, mas está pensando como vilarejo, onde as pessoas não conhecem seus direitos, não conhecem as regras.

Ler mais

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Portos em Aramanaí: arquiteto refuta argumentos do prefeito de Belterra

Para o Anísio Quincó, a APA de Aramanaí não pertence somente aos moradores que nela moram

Portos em Aramanaí: arquiteto refuta argumentos do prefeito de Belterra, Olhar do editor - Jeso Carneiro. Praia de Pindobal.Praia de Pindobal, em Belterra. Foto – Jeso Carneiro

 
Contraponto do arquiteto santareno Anísio Quincó ao post 5 verdades e 5 mentiras sobre a APA de Aramanaí, segundo o prefeito de Belterra:

Anísio Quincó

E o que nós entendemos.

Sobre as 5 verdades:

1 – A criação do porto de Pindobal se deu pela necessidade de transbordo de equipamentos e pessoas para o funcionamento das atividades da Companhia Ford. Tão logo foi criado o acesso rodoviário na região, esse porto se tornou obsoleto. Isso se confirma pelo fato de muitos dos municípios vizinhos terem atividade pujante na ‘frente’ de suas sedes, e Belterra usar sua orla só para fins de lazer.

2 – Para se preservar os recursos que estão ali ofertados, há de se ter diferente nível de controle. No caso de uma APA, toda e qualquer atividade mantida sob seus limites, tem que passar por um conselho gestor. É um preço a ser pago para mantermos nossa riqueza.

3 – A riqueza que está ali também é coletiva. Nada mais justo manter o nível de regularização desta forma.

Ler mais

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Leitor diz que água nas torneiras do Santíssimo sumiram há duas semanas

Leitor diz que água nas torneiras do Santíssimo sumiram há duas semanas, Fotos produzidas pelo Senado

Do leitor que se assina Fábio Gama, pelo contato do blog:

Prezado Jeso,

Continua a falta de água na cidade em plena cheia do rio.

O bairro do Santíssimo já esta há duas semanas sem água na torneira.

Lembre ao nosso prefeito Nélio Aguiar que foi compromisso de campanha dele solucionar o problema de água de Santarém.

Ler mais

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Geólogo pede que o Pará, diferente de MT e MG, ‘acorde’ para mineração

mineração no ParáExtração de minério no Pará. Foto – arquivo/Blog do Jeso

 
Oportuna pensata do geólogo Jubal Cabral Filho, espetada no blog Agonia ou Êxtase, sobre o setor da mineração no Pará:

Recentemente os estados do Mato Grosso e Minas Gerais promoveram programas para alavancar a mineração em seus estados.

Jubal, geólogo

Em Mato Grosso, foram lançadas as ferramentas: o Pró-Mineração e o Investe Mineração. O esboço do Pró-Mineração está calcado em três eixos: legislação, meio ambiente e enquadramento as normas do DNPM.

O Investe Mineração tem o objetivo de promover o desenvolvimento industrial e a agregação de valor às matérias primas da cadeia produtiva da mineração.

Em Minas Gerais, foi lançado a Plataforma Mineração 4.0, uma iniciativa que visa unir empresários, investidores e especialistas do setor minerário em Minas Gerais.

E nós, no Pará, lançamos o quê para incentivar a mineração?

Ler mais

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Advogado, Célio Simões elogia artigo sobre a pós-verdade publicado no blog

Advogado, Célio Simões elogia artigo sobre a pós-verdade publicado no blog, Célio Simões e Simone GehrkeCélio Simões, advogado, e Simone Gehrke, jornalista

 
Do advogado e escritor Célio Simões, sobre o artigo O dono da razão é americanizado, da lavra da jornalista Núbia Pereira:

Novamente, a inteligência pontificando e encontrando espaço no blog. Parabéns Núbia, pela clarividência da abordagem e a exatidão do texto, que tem despertado debates interessantes nas academias.

Sua colega jornalista Simone Gehrke já afirmara com propriedade que “a pós-verdade, tão significativa em 2016, mantém-se em 2017 como tendência no Brasil e de forma preventiva, na Alemanha” (ver Simone Gehrke em “A época da pós-verdade”).

Segundo ela, todos os anos, um dos mais prestigiados dicionários do mundo, o Oxford, elege a palavra do ano, pela relevância de sua expressividade no período, sendo que no final de 2016, o vocábulo escolhido foi “pós-verdade”.

Ler mais

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

“Isto é uma vergonha, meu prefeito”, diz leitor sobre advogado contratado em Óbidos

Isto é uma vergonha, meu prefeitoChico Alfaia, prefeito do município de Óbidos

 
Do leitor que se assina Francisco Aquino, sobre a reportagem Prefeitura de Óbidos contrata advogado sem licitação com salário de juiz:

Meu caro Jeso,

Lamentável a atitude do senhor prefeito Chico Alfaia. Enquanto um advogado (assessor jurídico da Prefeitura de Óbidos), concursado, que realmente trabalha, ganha míseros 3.400,00 reais, um único cidadão advogado sem expressão, sequer regional, vai faturar 25.000,00 bruto, ou seja, 22.900,00 líquido.

Só sendo um superdotado ou compadre de campanha.

Dizer que esse cidadão está sendo contratado pra recuperar desvios de recursos de antecessores é uma piada. Ele está ajudando na queima de recursos públicos de um município carente e com infinitos problemas.
 
AGRAVANTE SÉRIO
 
Mas como Chico [Alfaia] dizia, é “Óbidos levado à sério”.

Ler mais

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Médico diz que “caos não Saúde é nacional“ e aponta 4 saídas para crise

Médico diz que “caos não Saúde é nacional“ e aponta 4 saídas para crise, Hospital em SantarémPronto Socorro Municipal de Santarém. Foto: Elias Júnior

 
Do médico Karlisson Eder da Cunha Lima, sobre a matéria Secretarias de Saúde e Educação são alvos de críticas na Câmara de Santarém:

Karlisson, médico

Infelizmente o CAOS na saúde é NACIONAL. Falta de tudo nos hospitais e postos, porém, isso é resultado de uma crise GRAVE na arrecadação federal.

Os estados e municípios (principalmente os pequenos) sofrem com a falta de recursos adequados. Os poucos que se dispõem muitas vezes são destinados a judicialização da assistência.

Se existe corrupção, não quero entrar neste mérito, apenas vejo que o sub-financiamento federal da saúde pública esta chegando no limite da calamidade.

Como resolver? Simplesmente NÃO depende apenas de prefeitos/governadores.

Ler mais

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Na lama, literalmente

por José Ronaldo Dias Campos (*)

A interrupção/paralisação da BR-163 [Santarém-Cuiabá], com prejuízos imensuráveis à economia da região, e mesmo nacional, é cíclica, renova-se todo inverno há décadas.

Só os nossos representantes políticos e governantes não veem isso.

O asfaltamento parcial (apenas 60 km) proposto pelo DNIT não nos favorece, porquanto só chega até Miritituba, isolando Santarém e permitindo o desvio de riquezas pelo rio Tapajós, a partir de Itaituba.

O momento é de união, para exigirmos o asfaltamento da rodovia federal até a Pérola do Tapajós, aproveitando a força da mídia, especialmente da Rede Globo, que acabou de destacar o problema no “Jornal Nacional”.

Ler mais

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Promotor de justiça sugere a construção de mais presídios no Pará

Promotor de justiça sugere a construção de mais presídios no Pará, Presídio em Santa Isabel, no ParáPresídio em Santa Isabel do Pará

 
Do promotor de justiça aposentado Paulo Roberto Corrêa Monteiro, a propósito do post Infográfico. População carcerária do Pará: homens e mulheres:

Na minha modesta avaliação, a população carcerária do Pará está dentro do padrão proporcional de sua população.

Entretanto, o que falta é o Governo Estadual encarar a situação carcerária do Estado como uma questão de defesa social, e construir mais uns presídios de segurança máxima, para os presos mais perigosos e algumas colônias agrícolas e casas penais de reeducação para presos menos perigosos do regime semiaberto e casas do albergado para os regimes abertos.

Sem olvidar a construção de cadeias públicas para os presos provisórios.

Ler mais

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Videos
Canal direto
Canal Diteto
Prestação de Contas
Twitter


Colunistas
Sites e blogs
Publicidade