Tornozeleira

O uso das tornozeleiras eletrônicas representa uma significativa redução de custos à gestão penitenciária do Pará.

Enquanto um preso custodiado em um centro de recuperação impõe uma despesa mensal de R$ 1.350,00 aos cofres públicos, um interno monitorado eletronicamente demanda R$ 270,00, uma economia de R$ 1.080,00.

Esse valor engloba o aluguel do equipamento, manutenção, controle e tráfego de dados do GPS.

Fonte – Susipe

Leia também
Tribunal em Brasília libera aumento de impostos sobre combustível

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

2 Comentários em: Preso com tornozeleira custa R$ 270,00

  • Pode até haver economia, o que é excelente, mas o sistema de monitoramento eletrônico não é eficaz para evitar a reiteração de crimes.

    • João, a reiteração de crime nem prisão federal em plena florestal amazônica dá jeito. Vide os líderes do PCC e Comando Vermelho, que continuam comandando essas organizações criminosas de dentro da cadeia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *