Cai chuva de granizo em pelo menos duas cidades do Pará: Alenquer e Tucumã
Orla de Alenquer, no Baixo Amazonas

Nesta segunda-feira (23) à tarde choveu granizo na sede do município de Tucumã, no sul do Pará, e em Camburão, distrito a cerca de 35 quilômetros do município de Alenquer, no oeste do estado.

O primeiro episódio ocorreu por volta das 15h30 em Camburão, onde pequenas pedras de gelo foram vistas pelos moradores. Já em Tucumã, o granizo começou a cair por volta das 17 h e por cerca de 10 minutos, surpreendendo os moradores.

 

“O dia tava muito quente e, quando eu tava voltando pra casa, começou a chover rapidamente e muito forte. Eu sentia a força da chuva no meu rosto. Quando cheguei na minha residência, vi que eram pedras de gelo caindo. A minha antena, no telhado, foi danificada”, contou o morador Danilo Ribeiro Palheta.

Segundo a Defesa Civil de Tucumã, não houve registro de feridos na cidade, mas em algumas propriedades ficaram danos materiais.

“Nós tivemos relatos de casas que foram destelhadas por causa do vento forte, mas ainda estamos averiguando a situação de fato”, disse Mônica Cristiane Ribeiro Machado, agente de Defesa Civil Municipal.

Fenômeno natural

A meteorologia considera a chuva de granizo um fenômeno natural, mas pouco comum na região. Em 2018 foram registradas chuvas de gelo em agosto e dezembro na sede de Tucumã. O fenômeno também ocorreu em 2015.

De acordo com Saulo Prado, diretor de Meteorologia da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas), o evento costuma ocorrer na mudança do regime de chuva no estado.

“Na região sudeste do Pará, quando chega a transição do período menos chuvoso para o de maior pluviosidade, ocorrem tempestades muito severas, e as nuvens mais densas se formam rapidamente, o que pode resultar no fenômeno”, explicou o especialista.

 

Em termos gerais, o granizo começa a partir da formação de gotas de chuva. Dentro das nuvens do tipo cumulonimbus há correntes de ar que levam as gotículas de água para a região mais alta da nuvem e, nesse trajeto, a água congela, ficando pesada e cai em direção à superfície da Terra.

Quando o processo ocorre muito rápido, o gelo pode chegar ao solo sem ainda ter derretido na totalidade, como ocorre normalmente.

Com informações da Agência Pará

— LEIA também: Como escolher os melhores hotéis em Monte Verde, a ‘Suíça Mineira’, e em Gramado

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

Um comentário em: Cai chuva de granizo em pelo menos duas cidades do Pará: Alenquer e Tucumã

  • Eu heim … Cada uma … Nunca vi nem ouvi falar de chuva de granizo por estas bandas . Se isso começar a ocorrer tem que avisar a população, principalmente, alertar os familiares de crianças que não as deixem tomar banho de chuva de granizo pq fere , aquelas pedras ferem e pedras são pedras , podem causar grave ferimento na cabeça de adultos, imagine na de crianças.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *