Governo abre licitação de R$ 3,8 milhões para reforma do terminal hidroviário de Alenquer
Terminal de Alenquer: obras inconclusas há 12 anos

O governo do Pará, através da Companhia de Portos e Hidrovias (CPH), lançou, nesta segunda-feira (9), licitação para escolha da empresa responsável pela reforma e adequação no terminal hidroviário de passageiros e cargas do município de Alenquer, no Baixo Amazonas.

A obra está orçada em R$ 3.826.610,51, com recursos do superávit do tesouro.  

 

O aviso de licitação está publicado no Diário Oficial do Estado (DOE), site da CPH e no site Compras Pará. As empresas podem conferir o edital no site da CPH e no Compras Pará.

O pregão será presencial e na modalidade  fechada, ou seja, cada empresa interessada apresenta uma única proposta para reforma. A data de abertura será dia 31 de março, às 9h, na sede da CPH. No aviso de licitação também consta data da visita técnica das empresas no terminal, marcada para o dia 25 de março.

Interditado há 12 anos

Segundo o presidente da CPH, Abraão Benassuly, o terminal hidroviário estava interditado há 12 anos por problemas estruturais identificados pela Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq), órgão federal que regulamenta a construção e reforma desses espaços.

O terminal hidroviário de Alenquer fica na orla da cidade, que é banhada pelo rio Surubiú.

“O terminal permaneceu interditado até o final de 2019. Após esforços junto à Antaq, conseguimos liberá-lo no final do ano passado. Foi quando o governador nos pediu para que encomendássemos um projeto de reforma e adequação. Nós encaminhamos este projeto para Antaq, que o aprovou e homologou para início das  obras. Quem ganha com isso são os usuários do município e a economia local”, explica Benassuly.

O projeto executivo de reforma e adequação, com detalhes  técnicos da obra, já está pronto na CPH.

Com informações da Agência Pará/CPH

— LEIA também: Câmara de Óbidos paga R$ 10 mil a advogado por parecer ‘meia boca’ contra o TCM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *