Justiça acata denúncia, e diretor da Setran nomeado por Helder vira réu, Doutor Farias
Dr. Farias, presidente do MDB em Alenquer

Um dos diretores regionais da Setran (Secretaria de Estado de Transporte) no Pará, nomeado para o cargo em fevereiro deste ano pelo governador Helder Barbalho (MDB), acaba de virar réu em mais um processo movido contra ele pelo MPF (Ministério Público Federal).

A sentença foi lavrada no sábado (6), pelo juiz Domingos Daniel Filho, da 1ª Vara Federal em Santarém, e remetida para publicação no Diário de Justiça nesta terça-feira.

Cleostenes Farias do Vale, o Dr. Farias, é o titular do 10º Núcleo Regional da Setran, com sede em Alenquer e com área de abrangência sobre mais 8 municípios do oeste do Pará — Almeirim, Curuá, Faro, Monte Alegre, Óbidos, Oriximiná, Prainha e Terra Santa.

Ex-prefeito de Alenquer, o médico comanda o MDB no município. Ele é réu condenado pela Justiça Federal por crime ambiental, em sentença proferida em 2018, conforme revelou o blog.

O novo suposto crime que o MPF imputa ao ex-gestor ximnago é o de improbidade administrativa. Ele teria desviado recursos do Fundeb, entre agosto e novembro de 2013, e empregado os valores em pagamento de despesas sem conexão com a área da educação.

A defesa de Farias está sendo feita pela DPU (Defensoria Pública da União) pelo fato dele não ter sido notificado pela Justiça em decorrência de não ter sido localizado.

“Em razão de se encontrarem preenchidos todos os requisitos legais, deve a presente Ação Civil Pública de Improbidade Administrativa ser devidamente recebida”, escreveu o magistrado.

Leia a íntegra da decisão.

  • 178
    Shares

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *