Onde e como Alenquer gastou os R$ 14 milhões que recebeu para Saúde em 2017, STO Antonio, igreja, Alenquer

Praça de Santo Antônio, cartão postal de Alenquer, no Baixo Amazonas

No espaço midiático do agora também blogueiro Evaldo Viana, servidor público federal:

Sabemos que o montante de recursos destinados à Saúde não é suficiente para atender satisfatoriamente a todos os cidadãos alenquerenses, mas não se diga que é pouco dinheiro, pois em 2017 o município de Alenquer gastou R$ 14.290.807,39, dos quais destinou R$ 7,59 milhões para pagamento da folha de pessoal e o restante com as demais despesas.

Abaixo, a discriminação dos gastos:

— Despesas com a folha dos temporários somaram R$ 503.660,55.
— A folha dos concursados totalizou R$ 5.188.277,80.
— R$ 112,775,37 foram gastos com o pagamento de diárias.
— As despesas com material de consumo consumiram R$ 570.651,42.
— Os gastos com combustível somaram R$ 214.986,46.
— As despesas com medicamentos totalizaram R$ 161.978,87,
— As despesas com material laboratorial foram de R$ 17.584,88.
— Passagens com locomoção custaram R$ 239.173,00.

Ao longo de 2017 a prefeitura não gastou nenhum centavo com a compra de equipamentos e material (investimentos).

A falta de investimentos, a inexistência de equipamentos médico-hospitalares, o reduzido valor destinado a compra de medicamentos e o número insuficiente de médicos certamente contribuem para a prestação de um serviço precário, defeituoso e deficiente.

Leia também:
Alenquer, Juruti, Óbidos, Belém e Oriximiná em 5 notas curtas

  • 11
    Shares

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *