Chico Alfaia, prefeito obidense, contratou os dois serviços sem licitação até o final de dezembro de 2017

Contador, de Belém, e advogado vão custar quase R$ 800 mil para Prefeitura de Óbidos, Chico Alfaia, prefeito de ÓbidosChico Alfaia, de óculos, é filiado ao PR

 
A contratação de um advogado e uma empresa consultoria de contabilidade vão custar aos cofres públicos do município de Óbidos quase 800 mil reais até o final deste ano.

Para contratar o advogado Marjean Monte assim como a empresa  A & M Contabilidade o prefeito Chico Alfaia (PR) utilizou o instrumento da inexigibilidade de licitação, isto é, quando o certame licitatório não é realizado.

Marjean Monte, como o Blog do Jeso noticiou, vai receber R$ 275 mil até dezembro – em torno de R$ 23 mil, quase o salário que recebe o juiz que trabalha em Óbidos.

Com sede em Belém, A & M foi contratada por Alfaia pelo valor anual de R$ 480 mil – ou 40 mil reais por mês. No Ler Mais, abaixo, confira o extrato de contrato firmado entre as partes.
 
ESCOLAS PARADAS
 
A empresa presta desde janeiro “serviços de consultoria, financeira e contabilidade pública”, para Prefeitura de Óbidos e mais 3 secretarias, de Educação, Saúde e Assistência Social.

Na semana passada, uma leitora do blog denunciou que pelo menos 3 escolas municipais da zona urbana não começaram o ano letivo por falta de recursos para reformas estruturais nos prédios.

O blog apurou também que as escolas do Planalto, que dependem de transporte escolar, também estão paradas.
 
OUTRO LADO
 
Sobre a contratação de Marjean Pontes, o prefeito Chico Alfaia disse que ela se justifica porque o município deverá recuperar “milhões de reais para os cofres públicos” desviados em gestões anteriores.

E sobre a empresa A & M Contabilidade, o blog alcançou a assessoria de imprensa da Prefeitura de Óbidos, mas não obteve até o momento resposta.

– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –

Prefeitura Municipal de Óbidos
INEXIGIBILIDADE DE LICITAÇÃO N°. 003/2017/PMO/SEMPOF.
Fundamento Legal: Lei N°. 8.666/93, Art. 25, Inciso II.
A Prefeitura Municipal de Óbidos – PA, torna pública a contratação por Inexigibilidade de Licitação da empresa: A & M CONTABILIDADE EIRELI – ME; CNPJ: 11.745.629/0001-87.

Objeto: Contratação de empresa especializada para a prestação de serviços de consultoria, financeira e contabilidade pública para a Prefeitura Municipal de Óbidos (SEDE), Secretaria Municipal de Saúde – SEMSA, Secretaria Municipal de Educação – SEMED e Secretaria Municipal de Assistência Social – SEMDES, durante o exercício de 2017.

Valor global: R$ 480.000,00.

Ratificação: 07/01/2017

Francisco José Alfaia de Barros – Prefeito

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

13 Comentários em: Contador, de Belém, e advogado vão custar quase R$ 800 mil para Prefeitura de Óbidos

  • Esse super advogado, deveria fazer parte da força tarefa da Lava jato, para recuperar os bilhões de reais que foram subtraidos dos cofres públicos. Meu caro Prefeito Chico Alfaia, assim que Vossa Excelência quer corrigir Óbidos? Com esses esfomeados de dinheiro público que estão ao seu redor? Tome cuidado!!! O povo de Óbidos, é mais inteligente que o de Alenquer e Curuá. Estamos de olhos abertos, é diga-se de passagem: “Bem abertos”.

  • Jeso, se me permite, com a palavra a Câmara Municipal de Óbidos…

  • Eita prefeitura que tem dinheiro

  • Eita advogados corruptos…

  • Meu caro Jeso, aqui vai algumas boas perguntas que até agora nem prefeito ou sua assessoria de comunicação não deram respostas:
    1- Por que até agora não houve licitação para o transporte escolar e alimentação escolar?
    2- Qual a razão de ter iniciado o ano letivo do meio rural (terra firme) e menos de um mês determinar férias coletivas para estes mesmos professores já no mês de abril?
    3- Se não houve licitação para a alimentação escolar, com que argumento jurídico se tem aditivo para um certo empresário da cidade fornecer alimentos para o depósito?
    4- Procede os cálculos de que o salário do super advogado daria pagar o salários dos titulares das secretarias que deixaram de existir? Trocou seis por meia dúzia?
    5- Na prática qual o salário do coordenador da defesa civil, que insiste em ser chamado de secretário?
    6- Por que o DEMUTRAN continua do mesmo jeito apenas passeando na viatura como na administração passada, fazendo a administração virar piada?
    7- Quais e quantos são os assessores de imprensa?

  • Kkkk so assessor de imprensa são 8 ja informando rsrs..

    Mas uma contabilidade dessa…
    e um supe,r mega power advogado….

    Isso que é construir uma nova história…

    #nãoeraissoquevoçesqueriam…
    #entãotomarrrrrrrr….

    Rsrs

    #lamentável

  • Resumindo: “Político, tudo é farinha do mesmo saco”.

  • Com estas medidas de “austeridade fiscal” rssss fica claro a paródia com a música chave da campanha do 22 “Bomba, bomba, bomba, bomba aqui […] é Taca, taca, taca, taca, taca” Coitado do povo obidense, não tem sorte nas escolhas. Como diz o dito popular ” Quando a esmola é grande o santo desconfia” o atual prefeito prometia tanta coisa para ser diferente e está aí fazendo pior do que os seus antecessores.

  • Jeso, porque não utiliza as perguntas do senhor Fabio Gabriel como pauta de uma matéria sobre a cidade de Óbidos?

  • Jeso, o incrível é que tem ex-secretário de educação (hoje como coordenador pedagógico) defendendo este caos, onde alunos da Escola Felipe Patroni terão 4 minutos de aula a mais para repor o tempo que estão parados…..uma nova história, uma nova piada deste governo. Jeso, você já imaginou uma coisa destas, nem em outros momentos da educação neste município, com prefeitos semi -analfabetos vivenciamos um momento tão triste na história da nossa saudosa educação. Hoje temos escolas paradas sem previsão de começar as aulas, inexistência do processo licitatório para o transportes escolar e merenda escolar, escolas do meio rural com férias (algo inédito em nossa história) neste mês de abril.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *