Marinha pede relatório sobre construção de ponte ilegal no rio Jamanxi
A ponte ilegal sobre o rio Jamanxin, em Itaituba

Os responsáveis pela construção ilegal de uma ponte de madeira de 399 metros sobre o rio Jamanxim, em Itaituba, oeste do Pará, têm até o próximo dia 24 para entregar um relatório da obra para a Marinha.

A construtora M.J. Riffel é a responsável pela obra.

 

A ponte, bancada por madeireiros e a prefeitura, não tem autorização nem da Semas, pasta estadual de Meio Ambiente, e nem da Setrans, pasta estadual de Transporte.

A Marinha também não foi comunicada.

A Semma (Secretaria Municipal de Meio Ambiente) de Itaituba foi o único órgão ambiental que liberou a obra. A conclusão dos serviços está prevista para outubro.

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

3 Comentários em: Marinha pede relatório sobre construção de ponte ilegal no rio Jamanxim

  • Não tem projeto. Não tem ART. Não tem licenciamento estadual. Estranho isso. Muito estranho.

  • No Pará é assim mesmo!
    O governo não faz, mas aí, quando a população faz, o governo vem embostear!

  • Estranho e que tem empresa de balsa que ganha uma grande fortuna atravessando carro carretas e afins, e referida empresa o que ela deixa de beneficio para essa comunidade???? quem sabe polui muito mais rio do que essa ponta clandestina.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *