Responsável pela ponte ilegal no rio Jamanxim debocha da Marinha; veja o vídeo
A ponte em imagem aérea do Fantástico, no domingo

Servidor público responsável pela construção ilegal de uma ponte de madeira de 399 metros sobre o rio Jamanxim, em Itaituba, oeste do Pará, Valdecy Martins debochou da notificação da Marinha do Brasil entregue a ele sobre a obra.

Essa reação do sub-prefeito foi flagrada na entrevista que ele deu a uma equipe do SBT em Itaituba que fez matéria sobre a ponte. A matéria da TV ainda não foi veiculada. O blog conseguiu uma cópia da reportagem.

 

A ponte é bancada por madeireiros, “além de garimpeiros e pecuaristas” da região, segundo o SBT. Erguida na comunidade de Jardim do Ouro, ela não tem licença das secretariais estaduais de Meio Ambiente (Semas) e Transporte (Setrans).

A Marinha também não foi comunicada. E por isso, quando tomou conhecimento da obra, notificou o responsável. Apenas a pasta de Meio Ambiente de Itaituba a licenciou. O prefeito Valmir Climaco (MDB), que também atua no setor madeireiro, também injetou recursos públicos na ponte.

Não se sabe também, segundo o SBT, qual a procedência da madeira usada na estrutura da ponte. No domingo, o Fantástico, da TV Globo, destacou a obra na reportagem sobre queimadas e transporte ilegal de madeira na Amazônia.

— Leia também sobre essa ponte: Marinha pede relatório sobre construção de ponte ilegal no rio Jamanxim

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

12 Comentários em: Responsável pela ponte ilegal no rio Jamanxim debocha da Marinha; veja o vídeo

  • Essa ponte é uma iniciativa justa das pessoas que precisam atravessar aquele rio.
    É benéfico para o povo é ela está fora reserva!
    Os interesses particulares não podem sobrepor os coletivos!

  • Deixem o povo trabalhar!!!

  • Exatamente, o interesse coletivo que é a preservação do meio ambiente e fortalecimento do desenvolvimento sustentável, não pode servir a um bando de desmatadores ilegais, garimpeiros que jogam mercúrio e devastam as áreas de floresta, muito menos a madeireiros e servidores corruptos!

    • JM absurdo sem tamanho essa ponte, nada justifica. Que as leis vigentes entre em ação o mais rápido possível e de forma exemplar.

  • A Marinha não saber a vida das pessoas que vivem Aqui no garimpo e nessa colonização Aqui 🤨🤨

  • A Marinha não saber a vida das pessoas que vivem Aqui no garimpo e nessa colonização Aqui aqui nos vivemos presos por está balsas que cobra super caros que não tem condições de paga como fica😤😤 🤨🤨

  • Isso É UMA VERGONHA !!!
    Pessoas que vem de outras regiões com o objetivo de explorar as riquezas da Amazônia…
    Destroem nossas florestas…
    Tudo pela ganância…
    Voltem pra terra natal de vocês e vão explorar a terra de vocês.

  • Infelizmente estamos vivendo uma inversão de valores onde trabalhadores são discriminados como bandidos, vivemos num emaranhado de normas e uma legislação complicada que não se sabe ao certo a tudo que tem de atender para proceder a instalação de uma obra que empresários estão desempenhando o papel do estado. Tenho medo que quando se cumprir todas as quase inesgotáveis exigências legais para construção dessa ponte, vão acusar de não poder ser construída por falta de anuência do papa. E para ilustrar essa inversão de valores vem uma imprensa barata formada por blogueiros e televisões que desvirtuam é distorcem a verdade dos fatos buscando sensacionalismo e prejudicando a sociedade como um todo. Vale lembrar que a construção dessa ponte vai desmamar uma empresa que opera a travessia por balsa na rodovia que corta esse Rio, sendo que o dono dessa mesma empresa é dono também da TV SBT em Sinop/MT. Acredito que assim tá explicado a matéria efetuada em cima de uma pessoa ingênua como o Sr. Valdecy. Esse mesmo empresário além de não ter escrúpulos algum tem muita força política, e vai usar todos os meios possíveis para impedir a construção dessa ponte.

    • Basta licenciar para fazer a ponte, caro Agenor. É simples. E é exigência da lei. Não pode é atropelar a legislação em vigor. Ou esse país vira faroeste.

      • Meu caro Jeso, não pretendo usar seu espaço para criar um embate improdutivo. Essa obra está licenciada pela SEMMA de Itaituba. A SEMAS/PA delegou competência ao município para licenciar obras de determinado porte, no qual se enquadra essa obra. Por ser um rio não navegável conforme consta na cartografia, com todo o respeito a competência da Marinha Brasileira se acredita ser desnecessária a sua anuência .Mas se ela achar ao contrário que se trate da maneira que deva ser. E a título de informação destacamos que a obra não se encontra dentro de unidade de conservação conforme se tem noticiado. É bem verdade que se há de proceder seu devido licenciamento, o que não se deve estar aventando empecilhos desnecessários para realização de uma obra que venha a atender toda uma sociedade. Quando se fala que essa obra atenderá atores da ilegalidade temos que destacar que essa parte é minoria (Isso acontece praticamente com todas as obras, atendem o cidadão de bem e também aos que não o são) e que a grande maioria são trabalhadores que se enquadram dentro da legalidade e ou buscam essa legalidade negada pela ineficiência do estado. Grande abraço.

  • A população não aguenta mais pagar balsa para atavesar o Rio jamanxim , que apesar não é barato a atravecia.
    Portanto prucurem a saber quem é o dono dessa balsa antes de criticar e incriminar os responsáveis pela ponte , E também a saber quantos moradores e trabalhadores vivem do outro lado do rio . Fica a dica a vcs globista .

  • Queres trabalhar na construção de uma ponte para diminuir o sofrimento da população ?. Cuidado ,estamos no Brasil e vc pode ser preso por isso .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *