Justiça remarca para agosto audiência de instrução com réus na Suplício de Tântalos, Juruti
Cidade de Juruti, epicentro da Suplício de Tântalos

A juíza Juliana Fernandes Neves remarcou para agosto deste ano, às 9h, a audiência de instrução e julgamento dos réus envolvidos na Suplício de Tântalos, operação deflagrada em Juruti, oeste do Pará, no final de 2017.

Principal ato de um processo, a audiência fora marcada inicialmente para o último dia 9, pelo então juiz da comarca, Vilmar Durval Macedo Júnior.

Ontem (25), foi remarcada.

Os réus desse caso foram enquadrados pelo Ministério Público do Pará, autor da ação penal, na prática dos crimes de peculato e fraude à licitação (desvio de combustível da Prefeitura de Juruti).

A audiência será realizada no Salão do Júri do Fórum de Justiça. É aberta e nela serão ouvidas testemunhas e acusados.

OS RÉUS

— Marisson Garcia Batista;

— Idelcifran Ferreira de Sousa;

— Claudinei da Silva Lima;

— Sebastião Batista Soares;

— Enock da Mota Batista;

— Odenilce Barroso Bruce;

— Alberto Santarém Magalhães;

— Ruberlon Rodrigues do Amaral;

— Suelen Siqueira Batista;

— Thalia Queiroz de Sousa e

— Aldalena da Gama Farias Batista.

Leia mais sobre o caso: Os advogados que fazem a defesa dos acusados da Suplício de Tântalos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *