PM prende foragido de justiça com 4,5 quilos de supermaconha em Juruti, supermaconha em Juruti: Elenilson
Elenilson Batista, preso em Juruti, oeste do Pará

O PM (Polícia Militar) apresentou na delegacia de Polícia Civil do Pará em Juruti, oeste do estado, Elenilson Mota Batista, preso com cerca de 4,5 quilos de maconha tipo skunk.

O acusado foi preso ontem (10), a bordo de uma embarcação. Ele transportava a droga de Manaus (AM) para Santarém (PA), onde, segundo a polícia, iria revendê-la.

Elenilson Batista é foragido de justiça. Foi preso por ocasião de uma fiscalização de rotina da PM, quando chegava em uma embarcação na cidade de Juruti.

O delegado Madson Castro, de Juruti, autuou o acusado pelos crimes de tráfico de drogas e associação ao tráfico. Ele encontrando-se preso e à disposição do Poder Judiciário.

SKUNK

Skunk, também conhecida como supermaconha e skank, é uma droga mais potente que a maconha. Ambas são retiradas da espécie Cannabis sativa e, por esse motivo, possuem em suas composições o mesmo princípio ativo – THC (Tetra-hidro-canabinol).

Segundo estudos, no skunk há um índice de THC sete vezes maior que na maconha. A porcentagem chega até 17,5%, sendo que na maconha é de 2,5%. Sendo assim, a quantidade necessária para entorpecer o indivíduo é bem menor.

Com informações da Polícia Civil do Pará em Juruti

Leia também:
Polícia prende 3 mulheres acusadas de fraudarem a prova do concurso do Detran

  • 96
    Shares

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *