Promotor diz que alvo de investigação em Juruti é pai de menor e não a prefeitura, Menor dirigindo

Foto meramente ilustrativa. Foto: Divulgação/internet

O alvo da nova investigação do Ministério Público do Pará em Juruti, por suposta violação do ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente), não é Prefeitura de Juruti, gestão do prefeito Henrique Costa (PT), conforme noticiado ontem, 31, no Blog do Jeso.

Quem informa é o promotor de justiça Rafael Dal Bem, à frente do caso.

Segundo ele, ocorreu erro na portaria que oficializou a abertura do procedimento investigativo, já devidamente corrigida nesta quarta-feira.

O caso, na verdade, tem como investigado Rosinaldo Nascimento da Silva, que teria cometido, em tese, crime previsto no artigo 310 do CTB (Código de Trânsito Brasileiro).

“Permitir, confiar ou entregar a direção de veículo automotor a pessoa não habilitada, com habilitação cassada ou com o direito de dirigir suspenso, ou, ainda, a quem, por seu estado de saúde, física ou mental, ou por embriaguez, não esteja em condições de conduzi-lo com segurança”.

A pena prevista é detenção de 6 meses a 1 ano ou multa.

Rosinaldo teria teria deixado o filho menor dirigir um veículo.

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

Um comentário em: Promotor diz que alvo de investigação em Juruti é pai de menor e não a prefeitura

  • EM JURUTI TUDO PODE, VEJAM RECEBERAM DINHEIRO DO INCRA E NÃO FIZERAM AS CASAS E GEDENOR E TODOS DO PT NENHUM FOI PRESO, ACORDA PROMOTOR

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *