Ministério Público vai investigar morte de Vovó do Tráfico em ação policial
Ester Silva, a Vovó do Trafico de Monte Alegre

O Ministério Público do Pará (MPPA) vai investigar a morte de Ester Silva, conhecida como “Vovó do Tráfico”, durante uma ação policial no município de Monte Alegre, no oeste do estado.

O objetivo é apurar em que circunstâncias a morte ocorreu, se houve excesso por parte dos policiais durante a abordagem e se ocorreu negligência ou omissão de socorro da vítima.

 

A Promotoria de Justiça de Monte Alegre recebeu a denúncia e deve abrir procedimento administrativo para apurar o caso.

Vovó do Tráfico morreu sexta-feira (17), quando policiais que participavam da operação Dilúvio estiveram residência da idosa, no bairro Serra Ocidental, em cumprimento de busca e apreensão de drogas.

De acordo com a polícia, ela recebeu o apelido por ter envolvimento com o tráfico, assim como vários de seus familiares, incluindo netos.

A idosa de 64 anos sofreu um infarto, foi socorrida, porém não resistiu e veio a óbito.

Quadro clínico

A operação Dilúvio envolveu policiais civis e militares de Monte Alegre e Santarém para o cumprimento de mandatos de prisão. Cerca de 14 pessoas foram presas.

Segundo a defesa constituída pela família, houve excessos dos policiais. Eles alegam que Ester sofria de problemas cardíacos graves e cumpria parte de sua pena em prisão domiciliar. Ao entrarem na residência, a polícia informou que faria uma busca por drogas na casa, mas não apresentou o mandato.

Os policiais teriam ignorado os laudos que comprovavam a doença e a situação delicada de Ester, agindo de forma truculenta e alegam também a demora da polícia ao prestar o socorro, o que pode ter agravado ainda mais o quadro clinico da idosa.

Cenário da casa de Ester Silva após a ação de policiais

Prisão

 

Ao todo, foram presas 14 pessoas, sendo 10 homens e 4 mulheres, que tiveram decisão da Justiça para prisão e a busca e apreensão em diversos locais de Monte Alegre.

Foram apreendidas 287 petecas de substâncias entorpecentes, 139 gramas de pedra óxi de cocaína, 5 motocicletas que eram utilizadas para transporte e venda de drogas, e cerca de R$ 1 mil em dinheiro.

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

Um comentário em: Ministério Público vai investigar morte de Vovó do Tráfico em operação policial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • jacqueline disse:

    isso é ridículo o ministério público tem coisas mais importantes pra fazer do que perder tempo com uma traficante que a família estava envolvida também. se fosse uma pessoa de Boa índole a polícia não bateria na porta dela. se pesquisarem sobre ela vocês irão ver a ficha corrida dela .então mais uma vez a lei está do lado dos bandidos.