TRF1 julga dia 26 o recurso contra a condenação do prefeito de Monte Alegre, Jardel Vasconcelos, prefeito de Monte Alegre
Jardel Vasconcelos: condenação em 2ª instância por um fio

O Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1), em Brasília, marcou para o dia 26 deste mês o recurso de apelação da defesa do prefeito Jardel Vasconcelos (MDB), de Monte Alegre, oeste do Pará, contra a condenação a 4 anos de seus direitos políticos, além de multa, por improbidade administrativa.

A condenação é consequência da participação do político no esquema ocorrido nos anos 2000 de várias compras públicas pelo país e ficou conhecido como máfia das ambulâncias ou escândalo dos sanguessugas.

Se a Terceira Turma do TRF1 confirmar a sentença de primeira instância, proferida em julho do ano passado pelo juiz federal Domingos Daniel Moutinho, da Justiça Federal em Santarém, Jardel Vasconcelos não poderá disputar a reeleição para prefeito no próximo ano.

A Lei da Ficha Limpa, sancionada em julho de 2010, proíbe pessoas com condenação em segunda instância de se candidatar pelo prazo de 8 anos.

 

A data do julgamento de apelação foi divulgada ontem (1º) à noite no andamento processual sobre o caso na internet. Como a ação é cível, Jardel Vasconcelos não corre nenhum risco de ser preso caso a condenação seja ratificada.

Ele foi eleito em 2016, e tomou posse em janeiro de 2017. É a terceira vez que Jardel ocupa o cargo de prefeito.

Além dele, são réus na ação movida pelo MPF (Ministério Público Federal) os empresários:

— Luís Antônio Trevisan Vedoin, e

— Renildo Leal Santos.

O esquema foi detectado pelo Departamento Nacional de Auditoria do Sistema Único de Saúde (Denasus) em licitações para a compra de duas ambulâncias e equipamentos para os veículos realizadas em 2002 e 2003, quando Jardel Vasconcelos exercia o cargo de prefeito montealegrense.


Por participação na máfia das ambulâncias, o deputado federal Josué Bengtson (PTB) também foi condenado pela Justiça Federal. Detalhes AQUI.

  • 128
    Shares

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

Um comentário em: TRF1 julga dia 26 o recurso contra a condenação do prefeito de Monte Alegre

  • Vergonhoso nosso hospital aqui em monte Alegre não realiza um exame, município também não faz convênio com nenhum laboratório pra realizar exames médicos. Município também não tem especialidade medicas, errou tem que pagar Excelentíssimo Senhor Prefeito Jardel Vasconcelos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *