Auditoria investiga empresa de Óbidos em prática de corrupção em Alenquer

Uma empresa com sede em Óbidos (PA) é um dos alvos da auditoria aberta semana passada pela Prefeitura de Alenquer (PA) para apurar pagamentos ilegais a fornecedores aliados ao vice-prefeito Josino Filho (PP).

Trata-se da Distribuidora Syanne, que embolsou cerca de R$ 60 mil, conforme nota fiscal emitida no dia 13 de dezembro passado, por suposta venda de cerca de mil sacos de cimento e brita.

 

Só uma parte parte desse material de construção chegou à prefeitura.

Josino Filho esteve no comando do Executivo ximango de 4 a 20 de dezembro passado, por cassação ilegal do prefeito Juraci Estevam (PSB) decidida pela Câmara de Vereadores de Alenquer.

No Tribunal de Justiça do Pará, Juraci conseguiu derrubar a decisão e reassumiu o cargo.

A Distribuidora Syanne pertence ao empresário Jonildo Sarrazin Teixeira, conhecido como “Bichinho”, parceiro de longas datas de Marjean Monte, advogado processado por corrupção (improbidade administrativa) pela Promotoria de Justiça de Óbidos. O prefeito Chico Alfaia (PL) também é réu na ação.

A trabalho da auditoria, com decreto sancionado pelo prefeito Juraci Estevam (PSB), foi noticiado pelo Blog do Jeso no sábado (4). Ela tem 30 dias para concluir seus trabalhos.


Raio X da distribuidora

Nome empresarial: Jonildo S. Teixeira
Nome de fantasia: Distribuidora Syanne
Atividade econômica principal: Comércio varejista de materiais de construção em geral
Capital social: R$ 480 mil
Abertura: fevereiro de 1989


Contraponto

Até o fechamento desta matéria, o blog não conseguiu localizar o empresário Jonildo Teixeira, para que possa se manifestar sobre o caso. O espaço para o contraponto dele continua aberto.

— LEIA também: Gasto com diárias na Câmara ‘explode’, e fica 40% maior que 2015, o ano da Perfuga

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *