Damares, Bibiano e Salles chegam nesta 4ª no PA; vão debater sobre ponte no rio Amazonas, Bibiano, ministro de Bolsonaro
Bibiano, ministro de Bolsonaro

O governo vai começar o seu plano de desenvolvimento pela região amazônica e enviará 3 ministros ao oeste do Pará para avaliar investimentos de infraestrutura e definir grandes obras na região, informa O Estado de S. Paulo nesta terça-feira.

A escolha não é casual, segundo o jornal. O avanço nessas áreas isoladas da floresta e na fronteira atende também a um compromisso de campanha do presidente Jair Bolsonaro de aumentar a presença do Estado no chamado Triplo A.

Trata-se de uma área que se estende dos Andes ao Atlântico, onde organismos internacionais supostamente pretendem criar uma faixa independente para preservação ambiental.

A região é estratégica para os militares, que querem marcar posição contra o que chamam de “pressões globalistas”.

Como parte dessa estratégia, os ministros Gustavo Bebianno (Secretaria-Geral da Presidência), Ricardo Salles (Meio Ambiente) e Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos) desembarcam nesta quarta-feira, 13, em Tiriós (PA) para discutir com líderes locais a construção de uma ponte sobre o Rio Amazonas na cidade de Óbidos, uma hidrelétrica em Oriximiná e a extensão da BR-163 até a fronteira do Suriname.

PRODUÇÃO DE GRÃOS

A hidrelétrica teria, na avaliação do governo, o propósito de abastecer a Zona Franca de Manaus e região, reduzindo apagões.

A ampliação da BR-163 [Santarém-Cuiabá] – construída nos anos 1970, ainda inacabada e notícia por causa de seus atoleiros – cumpriria uma meta de integração da Região Norte. Já a ponte ligaria as duas margens do Amazonas por via terrestre, ainda feita por travessia de barcos e balsas. O projeto serviria como mais um caminho para o escoamento da produção de grãos do Centro-Oeste.

Bebianno comparou as iniciativas à retomada do Calha Norte, projeto do governo José Sarney para fixação da presença militar na Amazônia.

“A retomada do Calha Norte é fundamental para o Brasil como um todo. Estamos fazendo um mapeamento da região e vamos lá olhar pessoalmente”, afirmou o ministro ao Estado.

O movimento coincide com ação do governo para combater a influência do chamado “clero progressista” da Igreja Católica naregião.

 

O pano de fundo é a realização do Sínodo sobre Amazônia, que será organizado em outubro, em Roma, pelo Vaticano. Entre os temas que serão discutidos estão a situação dos povos indígenas e de quilombolas e os investimentos na região – considerados “agendas de esquerda” pelo Planalto.

POPULAÇÃO ABANDONADA

A última série de grandes investimentos na Amazônia ocorreu ainda no governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, com o início das obras das hidrelétricas de Santo Antonio e Jirau, em Rondônia, e Belo Monte, no Pará. Nos governos Dilma Rousseff e Michel Temer, os canteiros foram abandonados ou perderam o ritmo.

O Planalto justifica a escolha dos projetos com o argumento de que a população dos municípios da margem norte do Amazonas está abandonada e seu objetivo é implementar um plano de ocupação para estimular o mercado regional e definir um “marco” da política do governo de incentivo econômico.

Um auxiliar de Bolsonaro afirmou que a presença dos ministros do Meio Ambiente e dos Direitos Humanos na comitiva tem por objetivo reduzir eventuais ataques de ativistas e ambientalistas.

A área delimitada para o início do plano estratégico é formada por reservas ambientais e territórios de comunidades isoladas, como a dos índios zoés, na região de Santarém.

PRESERVAÇÃO DA FLORESTA

Para tentar quebrar resistências, o governo vai incluir termos de responsabilidade socioambiental em todas as obras e firmar compromisso de diálogo com as comunidades locais.

A equipe do presidente já antevê, no entanto, reações especialmente de países da União Europeia, que têm ligações com as entidades mais influentes da área de defesa da preservação da floresta.

Militares com cargo no governo recusam a comparação com o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), lançado por Lula com obras em todo o País, especialmente no Norte e no Nordeste. Ainda está prevista a retomada do projeto de revitalização dos afluentes do Rio São Francisco.

oriximiná - olhar do editor 2017
Orla de Oriximiná, às margens do rio Trombetas

A viabilidade dos projetos de infraestrutura na Amazônia desenhados pelo Planalto esbarra numa série de dificuldades. As tentativas de se instalar uma usina no Rio Trombetas já fracassaram em outros governos por obstáculos socioambientais.

O mesmo problema já comprometeu a continuidade da BR-163. A região é de mata densa, sem estradas. Seria necessário abrir uma rodovia na floresta, região marcada por áreas protegidas 

  • 235
    Shares

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

21 Comentários em: Damares, Bebianno e Salles chegam nesta 4ª no PA; vão debater sobre ponte no rio Amazonas

  • Parabéns a região norte tem que se desenvolver , chegar l de ONGs querer mandar na Amazônia

  • Só conversa mole pra BOIsominions dormir.

  • Se não souberem direito o que almejam e tenham salvaguardas a merda 🏃💩vai FEDER bastante😨👎

  • Esse dito ministro do meio ambiente, ontem em entrevista a um programa de TV na Record disse a seguinte asneira: “que não conhece a Amazônia e que não sabe quem foi Chico Mendes”, então imaginemos o nível de conhecimento que esse indivíduo tem para ocupar tal cargo.

  • pirotecnia pura !!!! um governo sério deveria priorizar 1. Acelerar a derrocada do pedral do Lourenço e tornar viável a navegação do bacia araguaia- tocantins e viabilizar a exportação de grão do centro oeste e sul dopará 2. criar o território federal do marajó para aproveitar a excepcional potencial turistico e produção de alimentos a nivel da agricultura orgânica e sustentável da região 3. realizar a exploração da imensa bacia petrolífera da região de salinas e foz do amazonas 4. concluir a ferrovia norte sul e estendê-la até Belém tornando-a a Capital da Logista intermodal do Brasil !!!!!! o resto e papo furado 3 abestados que não conhecem a região como eu conheço é isto ou deveremos criar de vez os estados unidos do norte do Brasil !!!!!!!

  • Este é o Brasil das hipocrisias.
    Pelo menos um passeio turístico nas custas do povo vão fazer. Será que conhecem piranha Jeso? Orienta eles se não conhecerem, basta colocar o dedo na boca do peixinho dourado. Rsdsd

  • Jeso!
    Já que o ministro não conhece a Amazônia, seria bom presentea-lo com uma penca de MURATINGA. RSDS

  • tu és bem petista manoel on, teu governo só serviu pra distribuir bolsa família (voto do cabresto), seu retrógrado, sugadores do povo .

  • tu és bem petista manoel on, teu governo só serviu pra distribuir bolsa família (voto do cabresto), seu retrógrado, sugadores do povo .

  • Parem de ficar derrubando seu bando de esquerdopatas apoiadores de corruptos que destruiram o Brasil. O que vcs tem contra a região da calha norte? Acham que somente as outras regiões que podem devem receber investimentos? Acham que os caras são abestados em não conhecer a região? O exercito conhece cada palmo dessa região. Então ao invés de ficar falando merda, torçam para que dê certo o projeto para termos desenvolvimento na região que é tão sofrida… Parabens Presidente

  • Parabéns presidente Bolsonario quem manda no Brasil e o Estado e não Ongs. Esses presidentes de esquerda só olhava pras regiões onde tinha muita população, pensando nos votos. O Lula saiu com mais de 80% de aprovação mais não fez nenhuma reforma e não fez melhorias nas estradas foi só gogo.

  • Sofrida é esquecida Calha Norte, que seja um vetor de desenvolvimento pra nossa região. Já to querendo pegar meu carro e fazer um tour pelo Caribe saindo de Santarém e seguindo pela BR-163, entrando pelo Suriname.

  • Tremeram na base. Tiveram que prender o Lulinha senão iam pegar peia.

  • The jaguar road !!!! or the road to the english man to see !!!! égua !!! quem disse que o exército conhece o território da amazônia ???? ô abestado FDP vê quantos km quadrados tem a amazônia e quantos soldados ela tem para protegê-la !!!! quem conhece essa região é a CIA e as ONGs financiadas por ela para mapear o território e suas riquezas pra futura exploração !!!! vai estudar bolsomínion abestado !!!!!!

  • the three stooges arives at pará in order to discuss the construction of the jaguar road !!!!!

  • a peste , a fome e a guerra chegam ao pará para discutir a construção da estrada da onça !!!! trio por trio eu sou mais o Parada Dura e o Trio Ternura além do Peter Paul and Mary para quem não sabe foi o mais afinado trio musical de musica country dos EUA !!!!

  • A hidreletrica e para MRN fazer a planta do outro lado do trombetas, em cima das terras quilombolas, essse papo de abstecer cidades é furado a décadas. Cabe ao blog fazer uma visita por la tambem. Agora essa picuinha da aeronautica de acabar com reserva tirios tambem é antiga. Ja a ponte, vai sair em juriti e liberar a soja sobre o arapiuns? Gente boa essa equipe. Interesse nacional ou pro caixa do PSL.

  • Fiquei pensando!
    Vão começar pelas Tribos Tirios, será que eles pensam que os indios ainda se trocam por batom e espelhos ou fitas vermelhas?
    Seria bom eles chegarem num domingo de Carnaval em Óbidos, pegar um “dominó” colocar um capacete ou cocá, emprestar o nariz do Pinóquio Alfaia e desfilaram pelas ladeiras cobertos de maizena. Ou seja, é tempo de carnaval inclusive de lembranças.
    Mas combater o clero que tem uma iniciativa humanitária, não me parece muito inteligente, também seria exigir demais desse governo forjado nas redes sociais onde se busca sempre o mais barato, sem qualidade.
    Um governo que iniciou cuidando do intestino, depósito de merda, esperar o que da cabeça que comanda a merda?

  • Falou o super inteligente que conhece tudo…… Tenho certeza que o exército conhece a região muito antes de tu nascer seu metido a inteligente…. esse mesmo exército que teu Luladrão Corrupto da Silva fez questão de não fortalecer na tentativa de implantar o comunismo mas felizmente o povo acordou e botou todo esse bando de canalhas pra fora… O difícil é tu entender isso né seu doutrinado? Ah, so pra te informar eu anulei meu voto na eleição seu babaca….

  • falou o superabestado que desconhece tudo !!!!!!! como todo Bolsomínion que se preza!!!!!!! Para teu conhecimento : O Brasil tem 3 bases aéreas situadas no Rio de Janeiro : Afonsos, Galeão e Santa Cruz os EUA só tem uma base aérea protegendo Washington !! além de 17 mil militares da aeronáutica ! O exercito tem 27 mil soldados no 1o. comando do Leste no rio de janeiro e mais o Primeiro Distrito Naval tambem com 18 mil militares !!!! e isto num estado geograficamente que a ilha do Marajó !!!!! as forças armadas estão ociosas desde a guerra do Paraguai !!! e mente desocupada é oficina do Satanás !!!! e como não tem nada de relevante para fazer focam se metendo onde não devem e se descuidando do que deve !!!! vai estudar seriamente abestado e para de assistir os vídeos do teu guru Pirado de Carvalho que é o guru do teu presidente cabeça de camarão !!!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *