Hélcio Amaral foi 'embaixador de Óbidos em Santarém', relembra desembargador
Hélcio Amaral morreu nesta segunda-feira (17), em Santarém

Dois magistrados trabalhistas – o desembargador Vicente Fonseca (TRT8) e o ex-ministro Rider de Brito (TST) – comentaram, a pedido do blog, a morte do historiador e escritor Hélcio Amaral, ontem (17), em sua casa no bairro da Prainha, em Santarém, oeste do Pará.

Hélcio morreu às vésperas de completar 79 anos. Lutava contra um câncer. Ele nasceu em Juruti, morou em Óbidos e Santarém, onde se tornou comerciante, vereador e historiador.

Hoje foi realizado o seu enterro.

 

— Vicente Fonseca, desembargador, músico e compositor:

Resultado de imagem para Vicente Fonseca TRT8

Além de grande amigo, historiador, pessoa de fino trato, Hélcio Amaral era uma espécie de “embaixador de Óbidos em Santarém”, pois atendia a muitos obidenses com fidalguia e generosidade. Confrade na Academia de Letras e Artes de Santarém e no Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, o pranteado amigo exerceu o cargo de vogal, representante da classe dos empregadores perante a Junta de Conciliação e Julgamento (atualmente, 1a. Vara do Trabalho) de Santarém, na época em que ali funcionei como juiz do Trabalho substituto, na década de 70 do século XX. Que Deus o receba em sua Infinita Misericórdia. Conforto à professora Rosinete e a toda família.

— Rider Nogueira de Brito, ministro aposentado, ex-presidente do TRT8 e do TST. É obidense.

https://4.bp.blogspot.com/-ASlwqhxopGY/XQksXArcYrI/AAAAAAAAbsc/yejcHSn5mYIUFvgNC33WZn11taZv19G6QCLcBGAs/s1600/Rider%2Bde%2BBrito.jpg

“Ele foi um irmão que escolhi e uma das pessoas mais admiráveis com quem ao longo da minha vida já convivi. Das pessoas mais íntegras e mais solidárias, uma figura tão grande tão admirável dentre as que admiro na história da humanidade, como Gandhi e Mandela, se é que eles foram tão grandes como tenho certeza o foi o Hélcio, exemplo de solidariedade humana”.

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

Um comentário em: Hélcio Amaral era o ‘embaixador de Óbidos em Santarém’, relembra desembargador

  • Hélcio Amaral, o Cônsul de, Óbidos, Oriximiná, Juruti, Faro e adjacências, o Bom Samaritano, pessoa que, nasceu para servir seus semelhantes, nas dificuldades, sempre deu a mão para erguer quem lhe procurava e os ombros e ouvidos para descanso e incentivo aos quase desesperados, nunca deixou, sem uma palavra de conforto e incentivo, grande homem, humano e solidário, descansa em paz irmão, amigo! Condolências a família. Mário Luiz Printes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *