Jovem é executado com tiro na cabeça em acerto de contas do tráfico de drogas

Executado com dois tiros, um deles na cabeça, na noite desta quinta-feira (5), Nestor Thiago de Paula Pantoja, nascido em Igarapé-Miri, mas residente há anos em Óbidos, oeste do Pará.

O crime aconteceu próximo bairro Cidade Nova, às proximidade do estádio municipal Ary Ferreira, em um local com iluminação precária.

 

Thiago Pantoja, que estava em uma moto, morreu na hora. Dois homens também em uma moto participaram da execução. A polícia ainda não os identificou.

A hipótese mais provável para o assassinato é acerto de contas entre traficantes. Thiago era envolvido nesse submundo, já tendo sido condenado pela Justiça em Óbidos por tráfico de drogas.

Não se descarta também a possibilidade de guerra por território, dada a posição que Thiago ocupava no tráfico no município.

Ele foi condenado, em 2015, por transportar 14 petecas de cocaína. Cumpriu parte da pena no presídio em Santarém. Por bom comportamento e ter concluído o ensino fundamental (EJA) na prisão, conseguiu a remissão (diminuição) da pena no ano passado, quando então entrou no regime semiaberto.

Quem é

Nome: Nestor Thiago de Paula Pantoja

Idade: 32 anos

Naturalidade: Igarapé-Miri (PA)

Residência: Avenida Prefeito Nelson Sousa, 40, bairro de N.S de Fátima, em Óbidos (PA).

Instrução: Ensino fundamental

— LEIA também: Advogados e empresários são braço financeiro e jurídico da cassação do prefeito de Alenquer

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *