O Festival do Jaraqui, que celebra a piracema do peixe símbolo de Óbidos, no oeste do Pará, chegou em 2017 a sua 30ª edição.

O evento, realizado pela Associação Cultural Obidense (ACOB), iniciou na última sexta-feira (9), com uma seresta na quadra do Museu Integrado de Óbidos. No sábado, foi realizado o tradicional baile na sede da Assembleia Recreativa Pauxis (ARP).

A programação encerrou no domingo com a apresentação de diversos artistas locais e regionais, no palco montado na Praça José Veríssimo, no centro comercial.

Óbidos celebra piracema do jaraqui com festival criado há 30 anos, Festival do Jaraqui 2017

Um excelente público acompanhou a programação realizada às margens da parte mais estreita e profunda do rio Amazonas, local de grande fartura do peixe nesta época do ano.
 

Leia também
Afastamento de vereador condenado de Óbidos depende de denúncia à Câmara

 
Na praça de alimentação montada ao ar livre, os frequentadores puderam degustar variados pratos feitos a partir do jaraqui, uma especialidade da culinária obidense. O mais tradicional deles, o jaraqui no tucupi.

Entre as novidades da edição deste ano do festival, está a diversidade das atrações que passaram pelo palco de apresentações, representando diferentes segmentos da cultura local e regional, como: Banda Lazer de Óbidos, Eduardo Dias e Grupo Carimbatuque de Santarém, e o grupo de toadas Tamurás de Juruti, que encerrou o evento.

O ponto alto do festival foi a escolha da rainha.

As candidatas trajadas com fantasias que faziam referência a pesca do jaraqui e as lendas locais, representaram três educandários da cidade. A grande vencedora foi a candidata Joice de Sousa, representante da escola Felipe Patroni.

Além de movimentar a cultura obidense, o evento destina os recursos arrecadados para a manutenção do museu de Óbidos, e conta com o apoio da prefeitura, por meio das secretarias de Cultura e Turismo; Saneamento, Urbanismo e Infraestrutura.

Óbidos celebra piracema do jaraqui com festival criado há 30 anos, Festival do Jaraqui 2017

Acompanhado da primeira-dama Antonieta Barros, o prefeito Chico Alfaia, prestigiou a programação durante os três dias, e parabenizou o empenho de todos os envolvidos no evento.

“Essa é sem dúvida uma das grandes festas que o obidense faz questão de prestigiar. Por isso, demos total apoio a ACOB para que o festival do jaraqui fosse realizado com grande estilo na sua trigésima edição. É lógico que é sempre preciso aprimorar, mas tivemos mudanças boas, programação bem variada, e a participação maciça da nossa população como de costume”, ressaltou Chico Alfaia.

O presidente da ACOB, Ronaldo Brasiliense, intitulou o festival como o resgate da cultura local, que deixará legados para a população obidense.

Festival do Jaraqui 2017

“Hoje o que acontece aqui é o resgate de uma cultura. Cultura essa que ficará para posteridade. Óbidos é uma cidade maravilhosa, os índices sociais apontam isso, não temos moradores de rua, crianças trabalhando nas esquinas, entre outros problemas sociais gritantes das grandes cidades. Por isso devemos mostrar a nossa cultura para essa nova geração, que será responsável pela manutenção dessa manifestação, que certamente no futuro irá colaborar em escala maior, com o desenvolvimento da nossa cidade”, finalizou o presidente da ACOB.

Com informações da Ascom/Prefeitura de Óbidos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *