Processo sobre o sumiço de ambulância do Samu em Óbidos passa para o MPF , ambulancia - Óbidos
A ambulância passou mais de 1 ano “em conserto” em Goiás

O processo em poder do Ministério Público do Pará sobre o sumiço de uma ambulância do Samu 192, no ano passado (gestão do prefeito Chico Alfaia) e  pertencente ao município de Óbidos,  será repassados ao Ministério Público Federal (MPF).

O MP ratificou, em decisão oficializada hoje (17), o declínio de competência feito pela promotora de justiça Évely Santos, de Óbidos, devendo os autos serem encaminhados “com urgência” ao MPF.

O caso já está sendo investigado pela Polícia Federal, por solicitação do próprio MPF, através de inquérito aberto neste ano.

melina Braga
Melina Braga

Uma das pessoas envolvidas no caso e que já prestou depoimento à PF, Melina Braga, ex-titular da Secretaria de Saúde de Óbidos, acusou o prefeito Chico Alfaia de ter ordenado o suposto conserto da ambulância de placa NSL-2975 no estado de Goiás.

O veículo só reapareceu  1 anos e 3 meses depois em Óbidos, em estado deplorável de conservação e sem condições de uso.

Verba federal da Saúde foi utilizada no transporte da ambulância para outro estado, segundo investigação da PF.

Chico Alfaia, prefeito de Óbidos
Alfaia ordenou o “conserto” da ambulância em Goiás

Leia também sobre o caso:
— Ambulância do Samu retorna a Óbidos após aprovação da CPI da Saúde
— Presidente da Câmara leva bolo ao plenário para lembrar de sumiço de ambulância
— Óbidos ganha Ranger e reacende caso da ambulância levada para Goiás

  • 29
    Shares

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *