Presidente do TJ do Pará desembarcou nesta 3ª em Oriximiná, e vai ouvir reclamações
Leonardo Tavares, nº 1 do TJ do Pará

Em Oriximiná, oeste do estado, na manhã desta terça-feira, o presidente do TJ (Tribunal de Justiça) do Pará, desembargador Leonardo Tavares, vai ouvir, principalmente, reclamações sobre a (má) qualidade dos serviço prestados pelo Judiciário no município.

Por exemplo: com quase 6.500 processos em tramitação e 190 novos incorporados a cada mês, a comarca não tem juiz titular. Vive há anos na gambiarra do juiz substituto. Um único.

Outros 2 problemas: espaço físico e número reduzido de pessoal.

 

Tavares deve ouvir das entidades que provocaram a reunião com ele hoje, no fórum, a construção de um espaço para abrigar um juizado especial e o Centro Judiciário de Soluções de Conflitos e Cidadania.

E mais: um novo abrigo para vara criminal e salão para o tribunal do júri, reivindicações feitas em 2017 pela OAB e ainda não atendidas.

LEIA também: TJ aceita denúncia e prefeito de Oriximiná vira réu pela fraude milionária da coleta de lixo

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

Um comentário em: Presidente do TJ do Pará desembarcou nesta 3ª em Oriximiná, e vai ouvir reclamações

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *