Câmara de Rurópolis reprova de contas e ex-prefeito fica inelegível 8 anos
Aparecido: fora da política desde 2013

A Câmara de Vereadores de Rurópolis, no oeste do Pará, em sessão realizada nesta sexta-feira (29), reprovou a prestação de contas de 2005 do ex-prefeito Aparecido Silva. Com a decisão, ele passou à condição de inelegível.

Com parecer do TCM (Tribunal de Contas dos Municípios) do Pará favorável a não aprovação, por irregularidades insanáveis, as contas foram submetidas à votação do plenário da Casa nesta manhã. 12 dos 13 vereadores estavam presentes na sessão.

 

5 votaram contra a aprovação e 7 a favor. O ex-prefeito precisava de 9 votos para derrubar o parecer do TCM.

Aparecido Florentino da Silva, 58 anos, foi prefeito duas vezes consecutivas de Rurópolis — 2005 a 2008 e 2009 a 2012. Desde então não participa de qualquer disputa eleitoral por inelegibilidade.

Votação: como foi

— Votaram pela aprovação das contas:

Neguinho Labigó (PPS), Elias Zanetti (DEM), Edgar da Rocha (PSD), Sérgio Ribeiro (PSDB), Guto Touta (PSC), Ismael Carvalho (PSB) e Anderson Guimarães (PP).

— Votaram pela rejeição das contas:

Raimundo Nonato (PSDB), Marcelo da Piçarreira (PSB), Maciel Albuquerque (PSC), Robson Alves ( PRB) e Marcos José Furtado (PT).

O vereador Jonas Lourenço (PT) foi o único ausente na sessão. Aparecido Silva ainda tem outras contas a serem submetidas à votação da Câmara.

— LEIA também: É dando que… | Prefeito escala irmã de vereador para o comando da Saúde

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

3 Comentários em: Câmara de Rurópolis reprova contas, e ex-prefeito fica inelegível por 8 anos

  • E todas já com parecer pela reprovação.

  • os vereadores que votaram a favor usaram ou foi a propina que falou mais alto pelo não acatamento a decisão do órgão do TCM órgão que teve tempo hábil pra analisar as contas e deu o parecer pela não APROVAÇÃO por isso que a política estar desacreditada porque quando os que nos representa tem a oportunidade de fazer o correto eles simplesmente vão de encontro a corrupção, lamentável ainda bem que esse não e mais candidato e abre espaço a novas idéias e projetos

  • Jeso apagou os comentários? Estar sendo orientado?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *