vc. repórter. Alenquer1

Essa é a situação atual da avenida Santos Dumont, no bairro do Planalto, em Alenquer.

Segundo o ximango que fez a foto e que pediu para não ser identificado, ruas com crateras e esburacadas são a regra na cidade.

“O sistema viário está com estado lastimável, e o pior e que não se nenhuma ação do prefeito [Flávio Marreiro] para solucionar esse problema”, crítica o leitor.

O titular da Secretaria de Obras é Francisco Jurandir, o Neguinho.

Na foto abaixo, a placa irônica afixada pelos moradores da Santos Dumont para chamar atenção do abandono.

vc. repórter. Alenquer2

Participe também dessa seção. Mande para o blog fotografias de fatos/acontecimentos por você registrado. E-mail: jesocarneiro@gmail.com ou pelo Whatshapp (93) 9141-3040.

Leia também:
vc. repórter. Biblioteca funciona com precariedades.
vc. repórter. Buracos e lama na feira da Cohab.
vc. repórter. Garis reclamam de salário atrasado.
vc. repórter. Um corpo no chão do HMS.

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

9 Comentários em: vc. repórter. Buracos e crateras em Alenquer

  • Como as fotos mostram claramente, esta é a situação da maioria das ruas. Sou morador de Alenquer e na rua da minha casa existe um grande atoleiro e a prefeitura não busca solucionar o problema, já foram solicitados bueiros, mas a prefeitura sempre alega não dispor de recursos para realizar obras no município. A cada chuva uma gigantesca enxurrada se forma nas ruas da cidade abrindo crateras como esta da foto. O governo Flávio Marreiro, por ele apelidado de “Governo que Faz” até agora não pavimentou uma única rua na cidade, nem asfalto e nem cimento. A gestão público está perdida, os secretários municipais não conhecem as atribuições de suas pastas e o prefeito administra a cidade como se estivesse assistindo um espetáculo circense, rindo de tudo e de todos.

  • O Anônimo com a razão.Há séculos que Alenquer é abandonada pelo poder público.

  • Pelo visto, o slogan do excelentíssimo deveria ser: ‘GOVERNO QUE SÓ FAZ M…”

  • Uai, pra quem nao sabe o prefeito de fato chama se OSMANDO FIGUEIREDO.
    alguem conhece?
    Dar uma de bacana, critica governo A,B, C e na hora que ta por cima !!!!!tai o resultado.

    O nome dele no nao estava na urna eletronica, mas é ele o CARA.

  • O que acontece em Alenquer, ocorre em quase todos os municípios, e uma sacanagem e incompetencia das grandes. Não venham dar uma volta em Almeirim pra comprovar que a situação é a mesma se vocês viessem até aqui. o pior de tudo, é que o “prefeito já vai pra 6 longos anos de mandato e nas suas campanhas “vitoriosas com o povo”, prometeu asfaltar 100% a cidade. Até agora, o cara não asfaltou nada! a não ser uma borra que jogou no centro pra tapar buracos na pavimentação feita com cimento. Falta 2 anos e meio pra terminar um mandato de 8 longos anos e o estelionato eleitoral vai se confirmando. A “Câmara Legislativa e fiscalizadora finge que não é com ela e a Justiça, só pra lembrar, se diz cega… Querem o quê????????????????

  • Tudo certo. Nas toda calha norte ta lascada…nao e culpa di Flavio…e o Osmando nao manda em porra nenhuma

  • Pior que os buracos esta a saúde, onde o secretario de saúde foi indicado pelo Osmando e pelo Dep Priante.Um caos Sem médicos e sem remédios o hospital local ou os barcos para Santarem são a única opção.O conselho de saúde já aprovou a desabilitaçao do município da gestão plena e pedido de auditoria ate pro papa Francisco e ate agora nada.

  • Pois é, mas sem ruas dignamente cuidadas, até pra ambulância se deslocar e remover pacientes, fica difícil. Então, buracos tem haver com a saúde sim.

  • PARABENS ao gestor municipal…administra a prefeitura com os olhos de OSMANDO…ou não seria melhor dizer “EU MANDO”…COITADA DE ALENQUER

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *