Leitor clama prioridade para o

Do leitor (e escritor) Sebastião Gil de Lalor Imbiriba, pelo e-mail do portal:

Prezado Jeso,

O Brasil é um país sem projetos, bons projetos. Por isso, tantos desastres, tantas obras abandonadas, tantas mortes, tanto desperdício. Nos três níveis de governo, há verba orçamentária para execução de obras, mas muito pouca para projetos qualificados.

Um dos setores que mais necessitam de projetos é o de saneamento básico, problema multissecular no Brasil, fonte de inúmeras doenças que infelicitam pessoas, principalmente crianças, tais como: febre tifoide e paratifoide, shigelose, cólera, hepatite, amebíase, giardíase, leptospirose, poliomielite, diarreia por vírus, ancilostomíase, ascaridíase, teníase, cisticercose, filariose, esquistossomose, etc.

Além disto, o custo do tratamento dessas doenças resulta em pressão sobre o sistema de medicina pública, com os consequentes aumento de custo e deterioração dos serviços do SUS.

Por outro lado, investimentos em infraestrutura, tal como no enormemente prioritário saneamento básico, são grandes geradores de emprego, o que poderia acelerar, em muito, a recuperação econômica de nosso Brasil.

Sei de sua sensibilidade a tais problemas: saúde pública e geração de empregos.

É por isto que venho convocar sua relevante atuação na formação de opinião pública para que adote este apelo como seu e colabore difundindo-o por sua cadeia de relacionamento político nos três níveis de governo, ajudando a criar consenso de prioridade de previsão orçamentária, tanto na LDO, quanto na LOA para 2019 e 2020, dos três níveis de governo, de verbas destinadas a projetos e obras de saneamento básico, no Brasil todo e, em especial em todos os municípios de nosso estado.

Nosso Povo e a Humanidade lhe agradecem.

Atenciosamente,

Sebastiao Gil de Lalor Imbiriba

Leia também:
Ministério Público abre inquérito para apurar rompimento de represas em Paragominas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *