Alunos criticam aulas online da Unama, e pedem a suspensão do calendário acadêmico

Alunos de vários cursos da Unama, campus em Santarém (PA), enviaram ao Blog do Jeso nota pública em que criticam a direção da universidade por tomar medidas sem consultá-los, neste momento de combate e prevenção ao coronavírus.

Eles pedem no documento, por exemplo, o fim das aulas online, bem como a suspensão do calendário acadêmico por 30 dias, e posterior reposição das aulas presenciais.

 

Ressaltam ainda que a troca de aulas presenciais por online não resultaram em redução do valor da mensalidade. “Os maiores injustiçados somos nós”, criticam.

Eis a íntegra:

Vimos por meio deste manifestar nossa insatisfação perante a decisão da instituição a respeito da substituição das aulas presenciais por aulas on-line.

Nossa insatisfação se baseia no fato de termos conhecimento de que a instituição tem alternativas, que foram orientadas pela portaria do MEC de nº343, de 17/03/2020. E sabemos também, que a portaria não foi divulgada na íntegra aos alunos e sim, somente a parte de interesse da instituição.

As alternativas são: a suspensão das aulas por um prazo de 30 dias ou mais, dependendo da duração da Pandemia do novo coronavírus (COVID-19) e posterior reposição das aulas sem que sejamos prejudicados em termos de conhecimento e carga horária obrigatória; ou ainda, a alteração do calendário acadêmico, fazendo assim, uma permuta do período de férias.

Enquanto alunos e consumidores, sentimos profundo desrespeito, uma vez que, em nenhum momento nos consultaram para uma decisão de tamanho impacto em nossa vida acadêmica.

Além disso, estamos pensando na impossibilidade de realização das atividades de alguns dos colegas que regressaram para suas cidades e que não tem acesso à computador ou internet. Colegas estes, que utilizam da estrutura da instituição para realizarem suas atividades DOL, que são obrigatórias na grade curricular do curso.

Além dos alunos que ainda não se encontram matriculados e que não tem acesso ao portal acadêmico. Sem contar que, após a substituição de aulas teóricas presenciais por aulas teóricas online não houve nenhum tipo de redução no valor da mensalidade.

 

Pois segundo a coordenação, “não seria justo com os professores”. Tentativa de pobre argumento para sensibilizar os alunos, uma vez que os maiores injustiçados somos nós alunos/consumidores.

Compreendemos completamente a situação atípica que o mundo se encontra hoje. Mas neste momento, esperamos o mínimo de respeito e compreensão da instituição para com seus alunos.

Atenciosamente, Acadêmicos da Unama-Santarém dos cursos de: Medicina Veterinária, Farmácia, Ciências Contábeis, Direito, Gastronomia, Engenharia Civil, Engenharia Elétrica, Farmácia, Enfermagem, Biomedicina e Pedagogia.

Contraponto

Procurada, a assessoria da Unama disse que “continuará cumprindo com as atividades acadêmicas previstas, que envolvem o conteúdo programático de todas as disciplinas, de todos os seus cursos”.

Eis a íntegra de seu contraponto:

“A Unama – Centro Universitário da Amazônia, em Santarém, informa que, apesar do período de excepcionalidade decorrente da pandemia Coronavírus, continuará cumprindo com as atividades acadêmicas previstas, que envolvem o conteúdo programático de todas as disciplinas, de todos os seus cursos.

Isso ocorrerá, porque o Ministério da Educação editou a Portaria N° 343, de 17 de março de 2020, e a Portaria N° 345, de 19 de março de 2020, autorizando que, durante este período, as instituições de ensino a substituírem as disciplinas presenciais em andamento por aulas que utilizem meios e tecnologia de informação e comunicação.

Essa autorização tem o intuito de proteger a saúde e bem-estar de todo o corpo docente e discente durante o período de pandemia, uma vez que há a suspensão de quaisquer tipos de eventos que resultem na aglomeração física de pessoas e, ao mesmo tempo, serve para dar continuidade das atividades letivas, sem que haja prejuízos acadêmicos.

 

O uso da tecnologia para o cumprimento dos conteúdos programáticos das disciplinas também foi orientado pelo Conselho Nacional de Educação, tendo por base estarmos passando por um período equivalente ao que o país foi assolado pela epidemia da “gripe A” (H1N1), além da adoção de ensinos on-line (a distância) conforme Portaria MEC nº 2.117, de 6 de dezembro de 2019.

Portanto, em respeito aos nossos alunos e utilizando da melhor tecnologia disponível, informamos que manteremos, ininterruptamente, as aulas do semestre 2020.1, através de link disponível no Portal Acadêmico.

As aulas acontecerão ao vivo, nos mesmos horários que já aconteciam, e os estudantes poderão acessá-las por meio do computador, tablet ou celular. Ficamos à disposição por todos os nossos canais eletrônicos de comunicação para quaisquer outros esclarecimentos.


P.S.: Matéria atualizada às 15h57 para inclusão do contraponto da Unama.

— LEIA também: Sespa confirma o primeiro caso do novo coronavírus no interior do Pará

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *