Ministério Público investiga servidores fantasmas na Semed, naco dos cipoalenses, Mara Belo, secretária municipal de Educação
Mara Belo, atual nº 1 da Semed

O Ministério Público do Pará esteve nesta segunda-feira (1º) nas dependências da Semed (Secretaria Municipal de Educação) de Santarém, oeste do estado, apurando a presença de servidores relacionados na folha de pagamento da pasta, mas que ali não trabalham.

Naco de familiares do ex-prefeito multicondenado Lira Maia, conhecidos como cipoalenses, a Semed é alvo de investigação do MP por suposta existência de funcionários fantasmas.

A Semed está sob o comando de Mara Regina Belo, que assumiu o posto em janeiro de 2018, em substituição Marluce Pinho, exonerada em meio a vários escândalo de corrupção na pasta.

Participaram da “visita” à secretaria a promotora de justiça Maria Raimunda Tavares e o delegado Kleidson Castro, da Polícia Civil.

 

O blog apurou que o caso está sob sigilo, para não atrapalhar as investigações do MP. Que tem 30 dias para concluí-las.

Os cipoalenses diretamente ligados ao comando da Semed são Erasmo Maia, chefe da Gabinete da Prefeitura de Santarém, Maria José Maia (DEM), vereadora, e Henderson Pinto (MDB), vereador licenciado e atual nº 1 do Centro Regional de Governo do Baixo Amazonas.

A secretária Mara Regina Belo se reporta a eles, tal como sua antecessora no cargo, Marluce Pinho.

  • 434
    Shares

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

Um comentário em: Ministério Público investiga servidores fantasmas na Semed, naco dos cipoalenses

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *