Nélio assina decreto que declara o São Raimundo Patrimônio Cultural de Santarém, SR

O prefeito de Santarém, Nélio Aguiar, por meio da Lei Nº 20.414, de 30 de maio de 2018, declarou o São Raimundo Esporte Clube como Patrimônio Cultural, Histórico e Imaterial do Município de Santarém.

O projeto de lei é de autoria do vereador Alysson Pontes (PSD).

O clube foi fundado em 9 de janeiro de 1944. Em 2009, ganhou o título de campeão brasileiro pela Série D. O clube já é considerado de utilidade por meio da Lei Municipal Nº 954, de 16 de novembro de 1955. O alvinegro é filiado à Liga Esportiva de Santarém e a Federação Paraense de Futebol.

O São Raimundo faz parte da vida e da cultura esportiva do povo santareno e do interior do Pará, quando se trata de futebol, diversão e entretenimento.

A criação da lei teve como objetivo o reconhecimento das importantes colaborações do clube no cenário esportivo, cultural, histórico e econômico do Município de Santarém.

Com informações da Agência Santarém

Leia também:
Ouvidoria do SUS promove debates e dissemina informações em Novo Progresso

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

5 Comentários em: Nélio assina decreto que declara o São Raimundo Patrimônio Cultural de Santarém

  • Ei Prefeito……
    Ei Prefeito…..

    Tremenda Bola fora…… Tremenda Bola fora…….

    Esse timeco…. “Gato Preto Pirento””……que Pantera, NUNCA NUNCA SERÁS””

    Pelo reconhecimento das importantes colaborações do clube no cenário esportivo, cultural, histórico e econômico do Município de Santarém. Tais de sacanagem …. tais de Brincadeira……. Sr. Prefeito…

    Este foi o maior GOL CONTRA…. Prefeito….. TAIS DE SACANAGEM PREFEITO!

    Ao moço do Blog/ Jeso.

    É verdade Jeso….. ????

  • Que coisa insignificante! Pior, o Prefeito embarca nessa canoa furada e dá asas a esse blá blá blá. Com todo respeito à história do São Raimundo, o que, efetivamente, isso interessa no contexto político, social, cultural e econômico de nossa cidade? Pobre Santarém! Desse jeito não iremos a lugar algum. Com a Câmara de Vereadores ocupada em dar título a time de futebol quando o que interessa são os títulos futebolísticos que este time conquista, definitivamente não sairemos do lugar. Por que o vereador não propõe uma lei para o arruamento no entorno da Pajuçara? Por que o vereador não propõe uma lei que destine toda a faixa de areia da orla para pratica de esporte? Por que o vereador não propõe uma lei que crie a coleta de garrafas pet em troca de ingressos no Colosso ao invés da Prefeitura entregar dinheiro aos clubes? Por que o vereador não propõe uma lei para o nivelamento das calçadas? Por que o vereador não propõe uma lei para a arborização da orla? Por que vereador não propõe uma lei de acessibilidade, inclusive no transporte público? Isso são algumas sugestões. Mas se não for o caso, sugiro que o vereador e o Prefeito deem o título de Patrimônio Cultural, Histórico e Imaterial do Município de Santarém ao Bar do Dadá. No bar tem muita cultura, ele faz parte da história do município e a imaterialidade etílica completa os requisitos. Além do mais, só é frequentado por maiores de 18 anos, o que significa eleitores à vista. TAPAJOARAMENTE AZUL,

  • esses mocorongos são de morte ficam nesse fim se mundo se engalfinhando por bobagens… ainda sonham ser estado só se for estado de bosta…

  • E viva o São Raimundo! O Pantera Negra de Santarém. E pode começar a choradeira. Lágrimas azuis…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *