Juiz aumenta multa e autoriza força policial contra show no Recreativo

O juiz Aubério Lopes Ferreira Filho, em nova decisão na tarde desta quarta-feira (29), determinou uso de força policial para garantir a realização da festa de 15 anos da filha da médica Ilmara Sousa — e não o show do cantor Geraldo Azevedo — nesta sexta-feira (31) no Centro Recreativo, tradicional clube de Santarém (PA).

O magistrado também elevou de R$ 30 mil para R$ 150 mil a multa contra o presidente clube, Geraldo Sirotheau, em caso de descumprimento de sua decisão liminar (provisória).

 

“Advirto que não cumprir com exatidão jurisdicional constitui ato atentatório à dignidade da justiça e o descumprimento de decisão judicial – ordem legal – pode acarretar a apuração de crime de desobediência”, salientou Aubério Filho em sua decisão.

Sobre o uso de força policial, requisitada pela defesa da médica, o juiz ordenou que seja feita com “discrição e sem excessos”.

Determinou ainda na decisão que o promotor do show de Geraldo Azevedo, empresário Kirk Xabregas, seja por “qualquer meio célere, hábil e idôneo” notificado da decisão proferida hoje.

Xabregas foi quem, em vídeo na semana passada, declarou que iria pagar a multa, então arbitrada em 30 mil reais, e realizar de qualquer maneira o evento no Centro Recreativo.

— LEIA também sobre o caso: Depois do Barrudada, Iate Clube também descarta show de Geraldo Azevedo na 6ª

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

6 Comentários em: Juiz eleva multa para R$ 150 mil e autoriza força policial contra show no Recreativo

  • Rapaz eu analisei o contrato a locação começa às 08 da manhã a festa só pode ir até às 11:59 agora eu dou uma idéia ao empresário kirk porque ele não começa a festa as 12:30 os convidados terá 30 minutos para saírem aí tá tudo resolvido

    • Eu Já fiz evento lá no Centro Recreativo, no contrato deles o locador deve devolver o espaço limpo de volta somente ao meio dia do dia subsequente.

  • É preocupante a judicialização neste país, até parece que estamos vivendo um governo de juízes.
    Isso é cada vez mais frequente no brasil

  • Será que diante dos imprevistos, o contratante do Show não pode acionar o contratado (cantor), e transferir o Show para uma outra data, no mesmo local??

  • Bolsonaro. demite, readmite e “desreadmite”. Juiz, sentencia uma multa, “cabôco” diz que ai “resentencia” quintuplicando a multa.
    Qualquer semelhança não é mera coincidência.
    Acho que nessa briga, ganha Geraldinho Azevedo, que pode cancelar sua vinda em Santarém por falta de espaço para realizar seu show sem devolver o que já foi pago. Perde Santarém e todos nós fãs do artista.

  • ARROGANCIA TRAS AS CONSEQUENCIAS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *