Justiça determina que se faça leilão dos bens apreendidos na operação Madeira Limpa, leilão
O leião ainda não tem data marcada

A Justiça Federal em Santarém autorizou que bens apreendidos na Madeira Limpa, operação deflagrada em conjunto pela Polícia Federal e Ministério Público Federal em agosto de 2015.

30 pessoas, entre quais servidores públicos e empresários do ramo madeireiro, e 4 empresas são acusadas de participação no suposto esquema de coação de trabalhadores rurais a aceitarem a exploração ilegal de madeira em assentamentos no oeste do Pará em troca da manutenção de direitos básicos, como o acesso a créditos e a programas sociais.

Neste link, confira a relação dos acusados.

Os bens a serem leiloados, conforme decisão proferida ontem (6) pelo juiz federal Érico Pinheiro, são veículos e embarcações de réus arrolados no processo, que tramita na 2ª vara.

“Considerando a informação da Policia Federal sobre a atual situação dos veículos/embarcações apreendidos na Operação Madeira Limpa, expeça-se mandado de avaliação dos bens, em seguida inclua-se os bens listados na próxima hasta pública [leilão] desta Justiça Federal”, determinou Érico Pinheiro.

“Quanto aos bens localizados nos outros municípios expeça-se carta precatória para avaliação e alienação.”.

Ainda não há data definida de realização do leilão.

Leia também:
Novas cadeiras de rodas chegam ao hospital; foram compradas com dinheiro da Perfuga

  • 73
    Shares

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

Um comentário em: Justiça determina que se faça leilão dos bens apreendidos na operação Madeira Limpa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *