O campeão de sentenças da Justiça Federal em Santarém; confira a ranking dos juízes , Érico Pinheiro, juiz federal
Juiz Érico Pinheiro, em primeiro plano, com advogados da diretoria da OAB

O juiz Érico Pinheiro ocupa o topo do ranking de 2018 em número de sentenças proferidas na Vara da Justiça Federal em Santarém, oeste do Pará.

Pinheiro lavrou no ano passado 582 sentenças (cíveis e criminais), 52% a mais que o 2º colocado, o juiz Domingos Daniel Moutinho (306).

Estão computados nesses totais apenas as sentenças, digamos, da Série A — lavradas nas duas varas. Estão fora as proferidas em juizados especiais.

Felipe Gontijo Lopes ocupa o 3º lugar com 286 sentenças.

Em 2017, a medalha de ouro ficou com Domingos Moutinho, com 506 sentenças proferidas.

DESEMPENHO 2018

— Érico Pinheiro
Sentenças cíveis: 413
Sentenças criminnais: 169

— Domingos Moutinho
Sentenças cíveis: 181
Sentenças criminnais: 125

— Felipe Gontijo
Sentenças cíveis: 168
Sentenças criminnais: 118

Leia também:
Juiz aceita denúncia, e mais 4 investigados viram réus na Perfuga; 3 são empresários

  • 32
    Shares

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

3 Comentários em: O campeão de sentenças da Justiça Federal em Santarém; confira o ranking

  • Parabéns ao bom profissional do Direito excelentíssimo Sr Juiz Érico Pinheiro, homens assim que fazem a diferença na vida do país e das pessoas que espera uma decisão da justiça, principalmente dos menos favorecidos, pois as vezes as sentença é sobre auxílio doença ou Aposentadoria por invalidez de uma pessoa doença que precisa do benefício para seu sustento e de sua família. Parabéns ao nobre Juiz Dr Érico Pinheiro.

  • Parabéns, exemplo para seus colegas ajam da mesma fórmula!

  • Parabens, pelo exemplo, eu mesmo estou esperando pela sentenca aqui RS, ja tem cinco messes, absurdo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *