Policial que matou marido, também da PM, será julgada hoje pela segunda vez, Júri popular

O Tribunal de Júri de Ananindeua, no Pará, leva a júri popular nesta terça-feira (14), a partir de 9h, a ré Silvia Renata da Luz Gomes. Ela é acusada de homicídio de Francisco Costa Negrão Junior, seu ex-companheiro.

O julgamento será realizado no Fórum de Ananindeua, sob a presidência da juíza Cristina Collyer.

Consta dos autos que vítima e acusado, ambos policiais militares, viveram em união estável, mas estavam em processo de separação e viviam em constantes brigas e discussões.

No dia do crime, vítima e acusado estavam no interior de um veículo, em Ananindeua, quando passaram a discutir, vindo a acusada efetuar um disparo na vítima.

 

Ainda na fase investigatória, a denunciada confessou a autoria do delito. Ela já foi submetida a julgamento do Tribunal do Júri de Ananindeua. Foi condenada pelo crime de homicídio qualificado por recurso que tornou impossível a defesa da vítima.

Inconformada com a decisão, a defesa da policial apresentou recurso de apelação por entender que o júri julgou o crime contrário à prova dos autos. 

O recurso foi julgado em 2º Grau, pelo Tribunal de Justiça do Pará, que acolheu o recurso e deu provimento, determinando que a ré fosse submetida a novo julgamento, a ser realizado nesta terça-feira, 14.

Com informações do TJ do Pará

Leia também:
Justiça condena ex-prefeito a prisão por ter rasgado ata do Ibama em evento ambiental

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *