Presos mandantes e PM que recebeu R$ 10 mil por morte de comerciante, celio, assassinado
Célio Fernandes, corpo em cova rasa

Os 3 mandados de prisão temporária expedidos ontem (13) pelo juiz Gabriel Veloso de Araújo, da 3ª Vara Criminal de Santarém, oeste do Pará, já foram cumpridos pelo delegado Dmitri Teles Esmeraldo, da Polícia Civil do Pará no muncípio.

As prisões solicitadas pelo delegado à Justiça fazem parte da investigação sobre a morte do comerciante Célio de Sousa Fernandes, 38 anos, cujo corpo foi encontrado em uma cova rasa na estrada que dá acesso à praia do Juá no início de fevereiro passado.

Fernandes residia na comunidade Estrada Nova, no entorno da rodovia Santarém-Curuá-Una, e trabalhava com venda de confecções.

 

Segundo investigações da polícia, Celso teria sido morto pelo PM Taliandresson Junio Pereira Alves, que teria recebido 10 mil reais para cometer o crime. Os mandantes seriam a companheira de Célio Fernandes, Elziete Nascimento de Sousa, e seu suposto amante, Nagib Jorge do Carmo Monteiro.

Os 2 homens já estão presos. A mulher também.

Após parecer favorável do Ministério Público do Pará, foram decretadas as prisões temporárias dos 3 suspeitos.

O PM é lotado em Rurópolis, e foi afastado de suas atividades por licença médica por 180 dias, para tratamento psiquiátrico. Ele já teria outras acusações de homicídios, inclusive em Itaituba.

ABUSO SEXUAL

Consta no pedido de prisão, que os motivos do crime seriam o fato do comerciante ter agredido sua companheira, e abusado sexualmente de sua enteada. Além de ter tentado manter um relacionamento amoroso com a esposa de Nagib.

As prisões temporárias são de 30 dias, podendo ser prorrogadas ou convertidas em preventiva.

Com informações do TJ Pará/Santarém

Leia também:
STF mantém condenação de desembargadoras do Pará por caso de golpe bilionário

  • 212
    Shares

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

Um comentário em: Presos mandantes e PM que recebeu 10 mil para matar comerciante enterrado em cova rasa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *