Réus da Perfuga serão interrogados na Justiça nesta 2ª; Reginaldo será o 1º, Audiência da Perfuga

Rômulo Brito ouvido o delegado Kleidson Castro na oitiva das testemunhas de defesa e acusação ano passado

O processo penal que apura crimes como peculato e organização criminosa cometido pelo ex-presidente da Câmara de Vereadores de Santarém (2015-2916) Reginaldo Campos e outras 27 pessoas entra na penúltima fase antes da sentença.

Nesta segunda-feira, 19, começam os depoimentos dos 28 réus.

Antes foram ouvidas mais de 120 testemunhas de acusação e defesa, fase iniciada em dezembro do ano passado.

O juiz Rômulo Nogueira de Brito, da 2ª Vara Criminal de Santarém, é quem conduz o processo.

O primeiro réu a ser ouvido será o ex-vereador Reginaldo Campos, que já fez delação premiada no final do mês passado, quando confessou a maioria dos crimes e se comprometeu devolver valores acima de 1 milhão de reais, a partir da venda de um imóvel de sua propriedade.

O vídeo da delação de Reginaldo será exibido durante a audiência, pelos promotores de justiça que atuam no caso – Raimunda Tavares, Rodrigo Aquino e Lilian Regina Braga.

ASSISTÊNCIA MÉDICA

Além de Reginaldo, serão ouvidos, a partir desta segunda-feira outros 27 réus no processo.

O processo começou em agosto de 2017, quando várias pessoas foram presas ou conduzidas coercitivamente na operação Perfuga.

Somente Reginaldo Campos continua preso.

Semana passada, após o fim dos depoimento das testemunhas, o juiz Rômulo Brito soltou a ré Sarah Campinas Oliveira, acusada de ser a ponte do esquema com hospitais e atuar como servidora “fantasma” na Câmara.

Ela encontra-se doente e por falta de condições de assistência médica na penitenciária foi liberada.

Idêntica situação ocorreu com o advogado Wilson Lisboa e o contador Andrew Silva, sendo que este último também fez delação, que já está tendo impulsionando o desdobramento de outras fases da Perfuga.

Uma parte da delação Reginaldo, ainda sob sigilo, deve apontar outras pessoas a serem investigadas por fraudes na Câmara, nos próximos meses.

A intenção do magistrado responsável pela Perfuga em primeira instância é encerrar, até o final de fevereiro, os interrogatórios, para que em março comece a apresentação das alegações finais de acusação e defesas, para em seguida ser dada a sentença.

Com informações do TJ Pará/Santarém e redação

  • 70
    Shares

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

Um comentário em: Réus da Perfuga serão interrogados na Justiça nesta 2ª; Reginaldo será o 1º

  • Quem diria que o PASTOR HONESTO dos evangelicos seria o 1º….na bandalheira !!!
    Tem que investigar os outros Pte. da Camara aí vão ver muito mais sujeiras!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *