Sentença à vista | Processo da Perfuga chega à fase final; Reginaldo delatou os réus, Reginaldo Campos, delação premiada
Reginaldo Campos, autor da delação

Entrou em contagem regressiva para sentença um dos processos da Perfuga em tramitação na Justiça estadual em Santarém, oeste do Pará. Será o primeiro da operação deflagrada em agosto de 2017 no município a ter o veredito em primeira instância.

Em despacho nesta segunda-feira, o juiz Alexandre Rizzi, da 1ª Vara Criminal, abriu prazo para as alegações finais das partes na ação penal e, após essa etapa, anunciou “conclusos para sentença”.

São dois os réus.

Ambos são acusados de peculato e associação criminosa pelo Ministério Público do Pará: Yangley Glay Santos Matos, o Mano Dadai, vereador do PRTB, e Patrícia Pereira Gonçalves, esposa do parlamentar.

Eles chegaram a ser presos na sexta fase da Perfuga, em abril do ano passado. E depois soltos. Respondem deste então o processo em liberdade.

ASSESSORIA NA CÂMARA

O casal teria cometido os crimes quando trabalharam como assessores da Câmara de Vereadores de Santarém à época em que Reginaldo Campos (PSC) foi presidente da Casa – 2015 e 2016.

Dadai e Patrícia foram incriminados pelo próprio Reginaldo Campos, em delação premiada ao MP, homologada posteriormente pelo juiz Rômulo Brito.

No vídeo abaixo, a delação.

 

TRAMITAÇÃO

A ação penal de Mano Dadai e Patrícia Gonçalves tramita na Justiça desde abril de 2018.

A previsão é de que a sentença sai no próximo mês de março.

  • 326
    Shares

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

Um comentário em: Sentença à vista | Processo da Perfuga chega à fase final; Reginaldo delatou os réus

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *