TJ mantém prisão de médico de Santarém acusado de pedofilia e estupro, Álvaro Cardoso

Álvaro Magalhães, médico preso no 3º BPM

Os desembargadores do TJ (Tribunal de Justiça) do Pará que compõem a Seção de Direito Penal mantiveram a prisão do médico Álvaro Cardoso Magalhães, acusado de pedofilia e estupro estupro de vulnerável, entre os quais um bebê de 3 meses e uma criança de 3 anos, em Santarém.

A decisão foi proferida ontem, 25, segundo o portal Pará News.

Álvaro Magalhães, anos, está preso desde o dia 3 de julho deste ano no quartel do 3º Batalhão da Polícia Militar, com sede em Santarém.

Sobre o caso, leia também
Defesa não teve acesso ao depoimento à polícia do suposto médico pedófilo.
Neurologista cobra “auditoria” onde médico acusado de pedofilia trabalhava.
Petição pede a cassação do CRM de médico acusado de pedofilia.

  • 1
    Share

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

2 Comentários em: TJ mantém prisão de médico de Santarém acusado de pedofilia e estupro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *