Morte da poeta e professora santarena Maria da Glória completa 12 anos nesta 2ª
Maria da Glória (à esq.), com os filhos José Ronaldo e Rosilda

Nesta segunda-feira (10), a poeta santarena Maria da Glória Dias Campos completa o 12º ano de falecimento. Também professora, mãe de 9 filhos, morreu de parada cardíaca aos 86 anos.

José Ronaldo, advogado, Rosilda, ex-primeira-dama de Santarém, e Dias, ex-zagueiro do São Raimundo, são alguns dos filhos da artista.

Neste link, um matéria que o blog fez para a TV em que o Zair Henrique Santos, professor da Ufopa (Universidade Federal do Oeste do Pará), faz uma análise literária da obra de Maria da Glória.

Eis um de seus poemas:

 

Aos Mestres

No meu livro de leitura,
Um diálogo eu li;
Da agulha com a linha, Que nunca mais esqueci!

É que a agulha fura o pano
Para a linha costurar…
No fim a linha se ufana, Na roupa vai passear.

Enquanto a pobre da agulha,
Fica na almofada espetada;
Ou na gaveta da máquina Simplesmente bem guardada. 

Refletindo no diálogo
Cheguei a uma conclusão;
Que a agulha é o mestre Com sua dedicação.

A linha são os alunos
Que depois de assimilar;
As lições do professor, Dele nem vai mais lembrar.

E os mestres continuam
A inteligência acordar;
Somente abrindo caminho Pra nova linha passar!

Leia também:
Poetisa em reprise na TV Blog do Jeso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *