Parada cardíaca causa a morte do radialista Dário Tavares, aos 81 anos
Dário, entre Lamberto e esposa, no auge do rádio. E em foto mais recente

Morreu nesta sexta-feira (18), no final da tarde, o radialista Dário Tavares. Uma parada cardíaca causou-lhe a morte. Ele chegou a ser levado ao hospital, mas não resistiu, e faleceu. Estava com 81 anos.

Santareno, Dário Tavares vivia há anos com a saúde debilitada, tendo perdido parcialmente a visão. Era diabético.

Goleiro do extinto América, de Santarém, ele se consagrou atuando no rádio esportivo da cidade. Trabalhou nas rádios Rural, Clube (hoje Ponta Negra) e Tropical (hoje Clube do Tapajós).

 

“Foi ele que me levou para a Rádio Clube, em 1974”, relembra Oti Santos, radialista e ex-prefeito de Belterra. Desde então os dois cultivavam uma forte amizade.

“Na época, eu estava com 18 anos”.

Dário de Jesus Tavares de Souza nasceu em Santarém no dia 20 de agosto de 1938. O seu enterro está programado para este sábado.

LEIA também: Arquivado processo da Perfuga contra empresária por crime de peculato

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

2 Comentários em: Parada cardíaca causa a morte do radialista Dário Tavares, aos 81 anos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *