Um homem à frente do seu tempo, escreve professora universitária sobre Raul Loureiro
Raul Loureiro, sétima arte no DNA

Da professora universitária Terezinha Pacheco, da Ufopa (Universidade Federal do Oeste do Pará), sobre Raul Loureiro, falecido neste sábado:

Seu Raul Loureiro foi um homem à frente do seu tempo. Assumiu em Santarém a identidade da sétima arte. Me lembro dos maravilhosos vesperais que pude assistir no Cine Olímpia durante toda a minha adolescência.

 

Trazia, para nós, sempre os melhores filmes. Nos vesperais que assisti posso listar: Ben-Hur, Sansão e Dalila, El Cid, Marcelino Pão e Vinho, O Tempo e o Vento, Sissi, O Morro dos Ventos Uivantes, Corcunda de Notre Dame, A Vida, Morte e Paixão de Cristo, Love Story e tantos outros clássicos do cinema internacional.

Foi o nosso educador na sétima arte. Deixou um imenso legado artístico em nossas mentes, que guardaremos para sempre. Externo à família Loureiro os meus sinceros sentimentos.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *