“Coronel do Seixo” de Nhamundá volta a fazer extração ilegal, com escolta da Marinha, Balsa-draga escoltada pela Marinha

A lancha da Marinha fazendo a escolta da balsa-draga de propriedade do prefeito de Nhamundá

O prefeito de Nhamundá, Nenê Machado, voltou a atividade de extração de seixo no leito do rio Nhamundá, fronteira entre os estados do Pará e Amazonas.

A denúncia, em nota de repúdio enviado ao site Jeso Carneiro, é da Prefeitura de Faro.

– O senhor conhecido na região como “Coronel do Seixo” continua com essa prática, o que nos leva a repudiarmos em público esta ação, pois nossos ribeirinhos sofrem quando esta atividade é executada – diz a nota.

O mais grave é que Nenê Machado reiniciou a extração criminosa com a cumplicidade da Marinha do Brasil, que fez a escolta da balsa-draga na sua passagem em frente ao município paraense de Faro.

Abaixo, a íntegra da nota.

– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –

NOTA DE REPÚDIO: A INSISTÊNCIA, NA VERDADE, SERIA DE SEIXO OU OURO?

A Prefeitura Municipal de Faro vem através desta repudiar a persistência do prefeito do município de Nhamundá (AM), Nenê Machado, na extração criminosa ao meio ambiente feito há anos no leito do rio que divide os estados Pará e Amazonas.

Desde o início do ano de 2017, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Faro (PA) tem combatido tais ilegalidades, porém o senhor conhecido na região como “Coronel do Seixo” continua com essa prática, o que nos leva a repudiarmos em público esta ação, pois nossos ribeirinhos sofrem quando esta atividade é executada.

Queremos deixar claro que é do conhecimento de todos que no mês de março de 2017 o Ibama, juntamente com a Polícia Federal, deflagrou uma operação na qual se constatou a ilegalidade dessa ação, porém, na data de hoje, 29 de agosto de 2017, o mesmo senhor persistiu e adquiriu uma balsa-draga usada apenas em regiões de garimpo, e subindo o rio Nhamundá continuou a sua extração interrompida há mais de seis meses, quando aconteceu a apreensão de sua balsa pela Polícia Federal.

Em contato informal com agentes do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis – Ibama, fomos informados que a empresa do senhor Nenê Machado continua com embargos e a Sema do Estado do Pará “desconhece” qualquer legalidade nesse ato a ser praticado no leito do rio.

Por se tratar de fronteira, até o presente momento não conseguimos constatar se o mesmo conseguiu a certidão do Departamento Nacional de Produção Mineral – DNPM, a qual invalidaria qualquer licença concedida pelo IPAAM.

Lembramos ainda que a balsa e o rebocador “Pietro” estão apreendidos desde a última operação e que desconhecemos a liberação do rebocador e balsa, tendo a empresa do senhor Nenê Machado, apenas como fiel depositário. Portanto, entendemos ser uma ação criminosa ao meio ambiente, na base da ilegalidade, desafiando as leis do nosso país.

Balsa-draga escoltada pela Marinha

Mais uma vez a Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Faro atuará apenas como denunciante a todos os órgãos estaduais e federais, a fim de inibirmos este imoral e desrespeitoso ato.

O que nos deixa alarmados é que a Marinha do Brasil – Parintins – AM, comandada pessoalmente pelo Capitão Barrios, executou a escolta da balsa-draga em frente ao município de Faro, o que entendemos que seria um ato de intimidação a todas as autoridades do Estado do Pará, pois sabemos da aproximação do Sr. Barrios com o Senhor Nenê Machado.

Usar a força de um órgão que zela pelos princípios da legalidade para garantir prática ilegal ao meio ambiente é inaceitável.

Nossa assessoria jurídica estará oferecendo denúncia junto à corregedoria da Marinha do Brasil pelo tal ato que, ao nosso modo de ver, fere os princípios da legalidade.

#PRESERVEAAMAZONIA#TODOSPELAAMAZONIA#DIGANÃOAILEGALIDADE
#PREFEITURAMUNICIPALDEFARO
#ASCOM

  • 622
    Shares

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

7 Comentários em: “Coronel do Seixo” de Nhamundá volta a fazer extração ilegal, com escolta da Marinha

  • Fiz questão de entrar no site da Marinha do Brasil e cobrar uma explicação para isso, por que, mesmo que seja com ordem judicial, é nojento e lastimável ter que me deparar com uma imagem dessa na primeira hora do meu dia, isso vai contra tudo que pregamos sobre ecologia, sobre bom senso, sobre sobriedade, sobre patriotismo, sobre todo orgulho inclusive que a Marinha da ao Brasil.

  • É lamentável ainda ver nos dias atuais pessoas como este senhor que tentar extrair de forma ilegal as riquezas do nosso Pará. Só pode está brincando com nosso judiciário ou se faz de louco sabido. A marinha escoltar e para acabar! Enquanto todos nós tentamos salvar a Amazônia estes irresponsáveis usam da força de um órgão Federal para proteger e encobrir a Ilegalidade. Lamentável

  • Se essa atividade de extração está ilegal, por que a marinha está compactuando com a sacanagem?? Está a serviço de quem? de um político pilantra. Coloquem fogo em tudo novamente até nessa lancha da marinha. Afinal tudo o que é ILEGAL É IMORAL, taí a justificativa para a radicalidade.

  • Seria Cômico se não fosse verdade.
    No mínimo a Marinha do Brasil deve uma explicação a todos os Brasileiros, como pode isso Arnaldo?
    Cadê IBAMA e a SEMA do estado do Pará?
    É hora de ação e uma resposta a altura, pois fazer lavra de minério SEIXO no leito do Rio em Pleno século 21, é brincar com a saúde dos ribeirinhos e do ECO SISTEMA .
    SOS AMAZÔNIA

  • Seria Cômico se não fosse verdade.
    No mínimo a Marinha do Brasil deve uma explicação a todos os Brasileiros, como pode isso Arnaldo?
    Cadê IBAMA e a SEMA do estado do Pará?
    É hora de ação e uma resposta a altura, pois fazer lavra de minério SEIXO no leito do Rio em Pleno século 21, é brincar com a saúde dos ribeirinhos e do ECO SISTEMA .
    SOS AMAZÔNIA

  • Nunca vi isso na história, a capitania dos portos escoltando embarcações, servindo de segurança privada, isso é um absurdo

  • Essa imagem de uma embarcação da Marinha sem nada fazer ao lado de uma embarcação que executa atividade ilegal exige uma resposta imediata.
    Acionem o MPF, no Pará ou no Amazonas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *