Blog do Jeso


Instituto Tapajós cria comissão de marketing

“A campanha pelo estado do Tapajós agora ganha qualidade, com a presença dos senhores!”.

A frase acima, do professor Edivaldo Bernardo, coordenador geral do ICPET (Instituto Cidadão Pró-Estado do Tapajós), resume o clima de euforia pela presença de 30 profissionais da imprensa santarena que atenderam ao chamado da nova entidade, que substituiu o Comitê Pró-Criação do Novo Estado e que terá representação nos 27 municípios da região.

A reunião aconteceu ontem à noite (27), no auditório da Aces (Associação Comercial e Empresarial de Santarém). Foi coordenada pelo jornalista Jota Ninos, vice-presidente da Coordenação de Comunicação e Marketing (CCM) do ICPET, fundado na sexta-feira passada.

Radialistas como Nélson Mota (94 FM), Ivaldo Fonseca e Cléo Neves (Rural), além de Sampaio Brelaz e Paulo Tihamer (TV Tapajós), acompanharam os debates ao lado de publicitários como Jonas Meneses (Vanguarda), Amarildo Sena (Magma) e Júnior Tapajós (W3Mais) e jornalistas como Rogéria Almeida (Ulbra), Ronei Oliveira (TV Tapajós), entre outros.

Presentes também a jornalista e tuiteira, de Belterra, Mônica Almeida e historiador Paulo Lima (Projeto Saúde & Alegria), ao lado de Grazziano Guarany (Portal NoTapajós).

O encontro começou com uma exposição, pelo professor Bernardo, sobre a história do movimento que já soma mais de 250 anos de luta. Foi apresentada parte da equipe da CCM, composta por 15 profissionais da mídia local, que será responsável pelo marketing e comunicação do ICPET visando subsidiar os comitês municipais que atuarão nos 27 municípios do futuro Estado do Tapajós.

O bacharel em Direto Evaldo Viana, o vereador Reginaldo Campos (PSB) e o empresário Sebastião Imbiriba contribuíram com os debates. Para Grazziano Guarany “é preciso fazer fluir as informações, pois agora Santarém está no epicentro do debate nacional”.

Paulo Tihammer ressaltou que a intenção da CCM é manter contato com os profissionais da imprensa de todos os municípios da região, para ampliar esse debate. Júnior Tapajós revelou que desde a aprovação do plebiscito, o site do Estado do Tapajós mais que triplicou o número de acessos. “Precisamos criar uma identidade visual e um discurso único e reformar nosso site”, disse ele.

O publicitário Jonas Meneses informou que o CCM deve apresentar esta semana as propostas de peças a serem usadas na campanha pelo voto dos eleitores com mais de 16 anos que ainda não tiraram título, além de outros produtos a serem utilizados na mobilização pelo plebiscito. Os irmãos Guilherme Taré e Paulo Cidmil, trouxeram contribuições de peças publicitárias para esta campanha.

Ao final do encontro, foi definido que todos os profissionais vão procurar utilizar uma mesma linguagem a partir das informações a serem prestadas pelo ICPET, através da equipe de comunicação e marketing. “Nossa responsabilidade é dar início a uma nova etapa de divulgação pela mídia regional”, concluiu Jota Ninos.

A CCM volta a se reunir nesta terça-feira (28), na Aces, para discutir as propostas já apresentadas. Na quarta-feira será criado o Comitê Municipal de Santarém e os outros 26 municípios do futuro Estado do Tapajós, já começam a programar eventos com a mesma finalidade.

Fonte: CCM/ICPET

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

12 respostas a Instituto Tapajós cria comissão de marketing

  • Ervilson Inato Jr. disse:

    Fiquei animado com a notícia. Agora parece que o movimento pelo plebiscito vai pegar fogo! É bom ver gente de peso da comunicação entrando no movimento. Muita gente reclamava que não havia profissionalismo no debate, mas agora vejo que a coisa tá fluindo. SIM, TAPAJÓS!

  • Telma Amazonas disse:

    Também estou animada e pronta para ajuda quando se criar um comitê em Belém, é aqui que temos que agir logo.

    Agora sim vejo algo formatado com profissionalismo. Parabens a todos os envolvidos, não dá mais para ficar atirando pedras para todos os lados, devemos saber por onde ir e como ir, e juntos!

    Telma

  • O Rodela disse:

    Duda Mendonça comanda marketing da campanha a favor do Carajás. Jota Ninos comanda marketing da campanha a favor do Tapajós. Meu Deus!!!!!! Estamos em vôo cego. E o piloto não sabe pilotar.

  • Tapajônico disse:

    Elite do Tapajós e medíocre

    Enquanto o movimento pelo estado do Carajás contatou o publicitário Duda Mendonça para coordenar a campanha a favor do SIM no plebiscito pela criação de um novo estado naquela região, o movimento pelo Tapajós engatinha e ensaia um movimento publicitário amador, com base apenas em Santarém, maior município da região.

    Agora que o plebiscito foi aprovado, podemos ver com clareza a distinção entre estas duas regiões do Pará, o Sul (Carajás) e o Oeste (Tapajós). E conseguimos enxergar também o tamanho da mediocridade da elite do oeste paraense, especialmente de Santarém, que apesar do movimento pelo Tapajós ser legítimo, nunca se mobilizou de fato a favor da sua criação.

    No Sul do Pará, a elite econômica decidiu entrar de cabeça para criar um novo estado, arregaçou as mangas e abriu os bolsos. A campanha pelo Carajás já tem milhões a sua disposição, resultado do desprendimento de empresários que além de discursos, têm ações concretas e vislumbram um novo momento. Lá, a elite faz valer este nome e toma a frente do movimento.

    No Tapajós, infelizmente, temos uma elite medíocre, que apesar dos discursos, não tem coragem de meter a mão no bolso para fazer o Tapajós acontecer. Empresários que se dizem a favor, mas que se depender de R$ 100 para a campanha avançar, não contribuem.

    A nossa elite gosta mesmo é da gastar o seu dinheiro passeando de barcos nos nossos lindos rios nos finais de semana, alguns muito bem acompanhado de belas colegas. Gastam fortuna com isso. Nada contra, tudo a favor, aliás. Mas quando se trata de gastar algum com o futuro da região, fecham a mão.

    Nossa elite prefere esperar o próximo final de semana e torrar uma graninha com uísque chinfrim “Red Label”, quando não com Natu paraguaio, em alguma festa de forró ou clube sertanejo. Ou em suas mansões em Alter do Chão. Muitos no fundo são contra o Tapajós, contra a BR-163 e outros projetos, pois vão mudar o “status quo”, muito confortável para eles.

    Os grandes movimentos de transformações no mundo são realizados pelo povo, mas por trás de todo grande movimento de mudança sempre tem que haver alguém para financiar. Enquanto nossa elite não meter a mão no bolso, o estado do Tapajós continuará ser um sonho distante.

  • Tapajós SIM disse:

    Temos que levar nossas realidades a todo o país, mostrar o quanto somos desprovidos de polÍticas públicas, o nosso governador esteve presente por quatro dias em Santarém, com seus secretários, não vi nada de mais.
    Quatro obras para Santarém.
    E as demais cidades, que tem as estradas estaduais em péssimos estados, não deu tempo né nem vai dá.
    Questionamentos:

    Gostaria de saber da prestação de contas dessa viagem dele e de seus secretários, acredito que não saiu barato.

    De quem vai ser as despesas gastas pelas pessoas que não deu tempo de Sr Jatene atender aqui em Santarem e agora tem quer ir a Belém.

  • Cleonaldo Vasconcelos Neves disse:

    Com certeza tudo irá melhorar com a criação do novo estado: empregos para os jovens, saneamento nas ruas e avenidas, são algumas das melhorias. Parabéns pelas pessoa que estão se envolvendo por essa causa que já era pra ter acontecido na época da criação do estado do Tocantins. Tá ha hora gente…fico feliz apesar de estar a 20 anos morando em Minas Gerais. Retornarei com toda família com certeza para esse novo estado promissor.

Deixe uma resposta

Videos
Canal direto
Canal Diteto
Twitter


Colunistas
Sites e blogs
Publicidade