Nepotismo em Aveiro: irmão do presidente da Câmara ganha cargo de tesoureiro, Raimundinho Meneses, vereador de AveiroRaimundinho Meneses é vereador do PMDB e dirige a Câmara desde janeiro deste ano

 
Presidente da Câmara de Vereadores de Aveiro, Raimundinho Meneses (PMDB) carrega nas costas desde que assumiu a presidência da Casa, no início do ano, o fardo cada vez mais pesado – dado a repercussão negativa da prática – do nepotismo.

O peemedebista nomeou para o cargo comissionado de tesoureiro da Câmara o irmão Ornaldo Meneses.

Leia também
5 vereadores de Santarém atolados na lama do nepotismo cruzado

O salário de Ornaldo é de quase 2,5 mil reais, que deve ser embolsado até pelo menos o final do mandato de presidente de Raimundinho, em dezembro de 2018.

O nepotismo nesse caso é do tipo direto, quando a autoridade nomeia parentes seus (cônjuge, companheiro ou parente em linha reta, colateral ou por afinidade, até o terceiro grau) para cargos no órgão público que dirige.

Raimudinho Meneses, da base do prefeito Vilson Gonçalves (PMDB) na Câmara, foi o terceiro vereador mais votado do município na eleição do ano passado.
 
OUTRO LADO
 
O Blog do Jeso não conseguiu localizar o vereador e presidente da Câmara.

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

Um comentário em: Nepotismo em Aveiro: irmão do presidente da Câmara ganha cargo de tesoureiro

  • E o que justiça fará contra essa vergonhosa atitude do vereador Raimundo Meneses ja q está escancardo o NEPOTISMO….não é de se admirar pois o mesmo sempre usou práticas imorais p beneficiar seus familiares.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *