Blog do Jeso

Espaço de referência do empreendedor

O Sebrae inaugura hoje (às 19h30) em Santarém o Espaço do Empreendedor.

O objetivo é estimular a geração de renda e emprego, assim como proporcionar aos santarenos um espaço de referência da classe empreendedora no município.

A iniciativa é da Omipem (Organização de Pequenos Empreendedores do Oeste do Pará), em parceria a Assomoveis (Associação dos Moveleiros de Santarém) e a Acas (Associação Cultura e Arte de Santarém).

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Florence, o pai da fotografia

Da jornalista e fotógrafa Lila Bemerguy, sobre a nota Expedição em SP retrata Santarém do século 19:

Por acaso, ontem, lendo sobre a história de Hercule Florence, soube que ele havia se candidatado como desenhista para essa expedição, assim que chegou no Brasil. Florence foi aquele gênio que fez uma grande descoberta, mas não levou a fama.

Antes de Daguerre, que patenteou a invenção da fotografia em 1839, Florence, em Campinas (SP), no ano de 1832, já tinha conseguido fixar uma imagem em suporte. Chamou o processo de Photographie. Quando soube da patente, diz a história, até desmaiou de susto!

Não fosse a esperteza de Daguerre, o Brasil tinha sido o berço de uma das maiores invenções da humanidade.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Governo abre licitação do Cipar

O governo Maria II abriu a licitação para construção das obras do Cipar (Centro Integrado de Pesca Artesanal), a ser erguido na área da desativada fábrica da Tecejuta, no bairro da Prainha.

O imóvel, pertencente à família Benzecry, já se encontra em fase de desapropriação.

Para a obra, o Ministério da Pesca e Aquicultura vai liberar R$ 2 milhões.

A abertura das propostas ocorrerá no dia 25 de março, na Seminf (Secretaria Municipal de Infraestrutura).

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Banco de dados do blog

Como ainda estamos em fase de ajustes, em decorrência do novo ninho, o acesso aos posts, notas, fotos e comentários anteriores ao dia de ontem (18) ainda não foi liberado.

Assim que for, avisaremos aos leitores e leitoras.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Expedição em SP retrata Santarém do século 19

Cerca de 120 aquarelas e desenhos, como a reprodução acima em que aparece Santarém retratada em 1828, além de 36 mapas são as atrações da mostra Expedição Langsdorff, a ser será aberta na terça, 23, no Centro Cultural Banco do Brasil, na cidade de São Paulo.

Grande parte das obras é inédita no país. Elas são assinadas por Johann Moritz Rugendas, Aimé-Adrien Taunay e Hercule Florence e pelo cartógrafo Nester Rubtsov.

O cientista Georg Heinrich von Langsdorff foi quem liderou uma aventura, no século 19, por 17 mil km do território nacional, com passagem pelo Pará.

AQUI, mais informações.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

JM: as manchetes de hoje

Com edição de Udirley Andrade, foi ao ar hoje, entre 6 e 6h30, o JM (Jornal da Manhã), da Rádio Rural AM, com as seguintes manchetes, na voz de Francimar Farias e Raik Pereira:

* Polícia Rodoviária Federal divulga resultado da Operação Carnaval 2010.

* Moradores da grande área da Nova República promovem caminhada em protesto pela falta de água.

* Defesa Civil retira pedras que ameaçavam desmoronar da serra Piroca, no bairro da Matinha.

* Comunidade do Curuai, no Lago Grande, recebe caravana do projeto Casinha da Leitura.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Reconhecimento em tramitação

Contraponto da professora (e maratonista) Solange Ximenes, diretora de Ensino de Graduação e Pós-Graduação da UFOPA (Universidade Federal do Oeste do Pará), a propósito da nota UFPA oferece curso não reconhecido pelo MEC:

Prezado Jeso,

Cumpre-me informar que o Curso de Licenciatura em Física – Habilitação em Física Ambiental está autorizado a funcionar de forma regular na UFPA e que seu processo de reconhecimento está em tramitação no Ministério da Educação.

Os estudantes que já concluíram e necessitarem de comprovante adicional informando a sua condição de licenciados devem procurar o diretor do Programa de Física Ambiental, Prof. Carlos Machado que o mesmo disponibiliará o documento.

Ressalto ainda que não procede a informação de que os alunos formados não poderão prosseguir os estudos em nível de pós-graduação.

Abaixo informo detalhes do processo de reconhecimento:

Nº e-MEC: 200904420
IES: Universidade Federal do Pará
CURSO: Física (Presencial – Licenciatura)
200904420-5932 – Campus fora de Sede: CAMPUS UNIVERSITARIO DE SANTAREM

Cordialmente,
Profa. Dra. Solange Ximenes Rocha
Universidade Federal do Oeste do Pará – UFOPA
Diretora de Ensino de Graduação e Pós-Graduação

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Cai a movimentação do Wilson Fonseca

Caiu em mais de 5% a movimentação de passageiros (embarque e desembarque) em 2009 no aeroporto Maestro Wilson Fonseca (Santarém) com relação ao ano anterior.

Ou seja, no ano passado, conforme dados da Infraero, 364.615 pessoas passaram pelo terminal aéreo do municipio, contra 368.160 computados em 2008. Uma queda de 5,58%.

É a terceira maior queda registrada entre os principais aeroportos da Amazônia em 2009.

No ranking nacional, o Maestro Wilson Fonseca ocupa a 35º.

AQUI, mais informações.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

UFPA oferece curso não reconhecido pelo MEC

Os alunos das duas turmas formadas em Física Ambiental pela UFPA (Universidade Federal do Pará), campus de Santarém, estão se sentindo, digamos, na vala.

É que até agora, quatro anos e meio depois de iniciado o curso, o MEC (Ministério da Educação) ainda não o reconheceu.

O desabafo abaixo é de Alda Íris Maciel, mãe de um dos alunos do curso:

Agora a noite (dia 18) eu e meu filho fomos surppreendidos com uma notícia que me deixou triste e indignada: que o curso de Física Ambiental da UFPA não é reconhecido pelo MEC.

Triste, porque o meu filho cursa o 5º semestre desse curso, e indignada, pela falta de respeito da instituição com os alunos.

Como uma universidade disponibiliza um curso que não é reconhecido ? Cadê o respeito com cada um que optou por esse curso? Sim, pois ao se increverem no vestibular não tinha no edital que os formandos passariam por esses percalços.

Quando falo em formandos, refiro-me as duas turmas que já estão formadas, e que agora nem pós-graduação podem fazer.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Videos

Canal direto

Canal Diteto

Prestação de Contas

Twitter


Colunistas

Sites e blogs

Publicidade