Jornalista de Novo Progresso que denunciou o
Adécio Piran, sob amaeça de morte e ataques nas redes sociais

Um jornalista que denunciou os preparativos para o “Dia do Fogo” no interior do Pará vem sofrendo ameaças e ataques nas redes sociais.

Morador do município de Novo Progresso, Adecio Piran é proprietário da “Folha do Progresso” e registrou boletim de ocorrência na Polícia Civil do Pará.

 

Piran denunciou no dia 5 de agosto o plano de produtores rurais e pecuaristas do entorno da BR-163 [Santarém-Cuiabá], que corta a região, de praticar incêndios criminosos contra a floresta amazônica no dia 10 de agosto —o que ocorreu, apesar de o MPF (Ministério Público Federal) ter solicitado providências ao Ibama.

Ameaça nas redes sociais

De acordo com uma nota de repúdio assinada pela Fenaj (Federação Nacional dos Jornalistas) e pelo Sindicato dos Jornalistas do Pará, a repercussão das reportagens de Piran e da questão das queimadas na Amazônia fez com que o jornalista passasse a sofrer ameaças na última quarta-feira (28) por meio das redes sociais.

Anunciantes do jornal também estariam sendo coagidos a retirar o apoio à publicação. Um panfleto com ofensas e acusações contra Piran foi distribuído na cidade de Novo Progresso.

 

Após ele registrar ocorrência por conta das ameaças, o MP (Ministério Público) do Pará ofereceu ao jornalista a possibilidade ser inserido no Programa de Proteção a Testemunha, conforme documento obtido pelo UOL.

De acordo com o órgão, a Polícia Civil do Pará realiza diligências para apurar a prática, em tese, dos crimes de ameaça, calúnia e difamação. A Polícia Civil do Pará foi procurada, mas não retornou os contatos até o momento.

Com informações do site UOL

— LEIA também: Ministério Público investiga ponte ilegal; obra coloca em risco a navegação no rio Jamanxim

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

3 Comentários em: Jornalista de Novo Progresso que denunciou o “Dia do Fogo” sofre ameaças e ataques

  • Sei o que e isso,mas siga firme Lifan,praticar jornalismo verdade na região e um desafio

    • Mas uma vez o desastre das falas de um presidente insurgem contra aqueles q o não apoia,cabe agora o presidente coibir tais ações atacando de maneira sistêmica os verdadeiros culpados.

  • Parabenizo Adecio Piran pela coragem de exercer o jornalismo com seriedade numa das regiões mais difíceis pra quem tem compromisso com a verdade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *